Para revelar mais, Atlético-MG reformula comando das categorias de base

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Alex de Jesus/O Tempo

    Ex-jogador do Atlético-MG, Marques pode assumir divisões de base

    Ex-jogador do Atlético-MG, Marques pode assumir divisões de base

Eleito presidente do Atlético-MG nessa segunda-feira, o advogado Sérgio Sette Câmara já fez várias mudanças no clube desde que assumiu o cargo. Especialmente nas categorias de base do Galo. Na visão do novo mandatário, o Atlético deve revelar mais jogadores para o time principal. Por isso, além do diretor das categorias de base, André Figueiredo, outros profissionais foram dispensados do clube.

Um dos demitidos foi Diogo Giacomini, que estava como coordenador metodológico da base, função que passou a exercer depois de deixar de ser auxiliar fixo da comissão técnica do time principal. Giacomini chegou a ser treinador interino no Atlético, inclusive na final da Copa do Brasil de 2016. Antes de ser promovido a auxiliar, foi treinador das equipes inferiores do Galo. Quem também deixou a Cidade do Galo foi Frederico Cascardo, então coordenador técnico da base.

Antes mesmo de ser eleito presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara já havia deixado claro que daria maior atenção ao setor. Até por isso veio a escolha de Alexandre Gallo para ser o diretor de futebol do clube. Com a experiência de quem foi técnico da seleção brasileira sub-20, o ex-volante estava dentro do perfil desejado por Sette Câmara, alguém capaz de promover uma maior integração entre profissional e base.

"Eu queria um diretor de futebol que fosse um diretor técnico, que cuide também da base. O Atlético precisa revelar jogadores, eu quero isso", disse Sette Câmara em entrevista à Radio Itatiaia, no fim de outubro.

Por enquanto, os novos comandantes das categorias de base do Atlético não foram divulgados pela diretoria. Porém, o ex-atacante Marques é o nome mais cotado para assumir um cargo dentro do clube, para cuidar a revelação de talentos. Além deleo ex-volante Valdir Benedito é outro que está cotado para assumir um lugar no setor. 

Entre os jogadores que terminaram a temporada como titular do time profissional, apenas três foram revelados nas categorias de base do Atlético, sendo que o lateral Marcos Rocha já é profissional desde a década passada. Os outros dois são o zagueiro Gabriel e o volante Yago. Pelo discurso adotado pelo novo presidente, a partir de 2018 a base vai ganhar mais espaço no elenco profissional.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos