Ou um ou outro: caso de racismo na Bahia dificulta mercado do Corinthians

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Mauro Horita/Estadão Conteúdo

    Tréllez, do Vitória, foi acusado de ato de racismo por Renê Júnior, do Bahia

    Tréllez, do Vitória, foi acusado de ato de racismo por Renê Júnior, do Bahia

O presidente corintiano Roberto de Andrade tenta contornar uma dificuldade para contar com dois reforços para o elenco em 2018. A polêmica por conta de uma acusação de racismo, asseguram pessoas próximas a Roberto, podem até desfazer o acerto com o volante Renê Júnior. 

Em recente clássico Ba-Vi, o então volante do Bahia acusou o colombiano Santiago Tréllez, do Vitória, de ter usado o termo "macaco" em referência a ele. Apesar de não ter prestado queixa contra o adversário, Renê sinalizou ao Corinthians que não está disposto a dividir o elenco com o colombiano na próxima temporada. 

Tréllez e Corinthians já possuem um acordo salarial, e o centroavante é visto como um reforço interessante para elevar a qualidade do ataque no próximo ano. A direção corintiana aguardava pela eleição do presidente Ricardo David, empossado na última quarta-feira (13), para avançar em uma conversa com o Vitória.

Felipe Oliveira/EC Bahia
Renê Júnior já foi aprovado em exames pelo Corinthians

A avaliação dos corintianos, por sua vez, é que o negócio pode ser fechado por valores acessíveis, já que o colombiano só tem um ano de contrato com a equipe baiana. A cessão de atletas por empréstimo como parte de pagamento é algo que agrada ao Vitória, que espera para avançar em conversas. A aquisição de um novo centroavante é visto como algo fundamental para 2018. 

Renê Júnior, por sua vez, está de férias fora de São Paulo depois de realizar exames médicos e ter até a documentação preparada para assinatura na última semana com o Corinthians. A contratação dele foi verbalmente confirmada por dirigentes do clube, como o presidente Roberto e o gerente Alessandro Nunes, que chegou a declarar nesta sexta (15) aguardar que o vínculo seja firmado na semana que vem. O imbróglio com Tréllez, porém, ainda preocupa o clube. 

Em contato com a reportagem, a assessoria de imprensa de Renê Júnior negou que a possível contratação de Tréllez seja empecilho por parte dele. Segundo o volante, o episódio entre ambos foi superado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos