Romário pede eleições diretas na CBF após punição da Fifa a Del Nero

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

    Romário vê o afastamento forçado de Del Nero como uma chance para mudar o "sistema"

    Romário vê o afastamento forçado de Del Nero como uma chance para mudar o "sistema"

O tetracampeão e senador da república Romário não demorou a se manifestar sobre a punição da Fifa a Marco Polo Del Nero, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Um dos maiores críticos do dirigente no meio esportivo e político, o ex-camisa 11 defendeu que a saída forçada do cartola – 90 dias fora de qualquer atividade ligada à modalidade – é a oportunidade perfeita para mudar o sistema da entidade máxima do futebol nacional.

"É hora de iniciarmos uma campanha por eleições diretas na CBF, ampliando o colégio eleitoral para além das federações, clubes de todas as séries e atletas também precisam ter direito. Hoje a eleição é uma fraude, cartolas corruptos se mantêm no poder na base da compra de votos", escreveu Romário, que não deixou de alfinetar a cúpula da CBF.

"Só quando mudarmos esse quadro conseguiremos ver a arrecadação da CBF ir para onde deve: investimento no futebol de base, em jovens atletas, em estrutura. Enfim, o futebol deve favorecer o social e não enriquecer o bolso de alguns engravatados", acrescentou o senador.

Marco Polo Del Nero acabou suspenso por 90 dias pelo Comitê de Ética da maior organização do futebol mundial nesta sexta-feira. O atual mandatário da CBF é investigado pela Justiça dos Estados Unidos pela associação a um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro em contratos de transmissões televisivas de competições como Copa América, Libertadores e Copa do Brasil.

O dirigente permanece no Brasil e sequer tem representado a CBF nos amistosos da seleção ou Mundial de Clubes, que tem o Grêmio como brasileiro na final. Não há acordo de extradição entre o governo brasileiro e americano; portanto, Del Nero sequer depôs na corte de Nova York sobre o caso.

Presidente da Federação Paraense, Coronel Nunes assumiu interinamente a Confederação Brasileira de Futebol com o afastamento de Marco Polo Del Nero. O presidente ainda pode ser punido em mais 45 dias pela Fifa, dependendo do rumo das investigações no Comitê de Ética.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos