Pachuca goleia Al Jazira de Romarinho e conquista 3º lugar no Mundial

Do UOL, no Rio de Janeiro

O mexicano Pachuca conquistou o 3º lugar no Mundial de Clubes neste sábado (16). Em Abu Dhabi, o time goleou o Al Jazira por 4 a 1 - gols de Urretaviscaya, Jara, De La Rosa e Sagal; Alrezzi fez para os donos da casa -, na preliminar da decisão entre Grêmio e Real Madrid. Com isso, a equipe dos Emirados Árabes, do ex-corintiano Romarinho, ficou com a 4ª colocação.

Os anfitriões foram superados anteriormente pelos espanhóis, enquanto o Pachuca parou nos brasileiros. O jogo foi totalmente decidido nos contra-ataques. Outro ponto curioso esteve nos gritos de "Grêmio! Grêmio!" nas arquibancadas, entoados pelos tricolores que chegaram antes ao estádio para acompanhar a grande final.

Gremistas esbanjam confiança contra Real Madrid

Os gremistas que acompanharam a decisão do terceiro lugar no estádio esbanjaram confiança para o duelo contra o Real Madrid. Além dos cantos e gritos pelo time do coração, um discurso afiado e na ponta da língua. "O Pachuca é mais difícil do que o Al Jazira, que deu trabalho para o Real", disse o advogado Vanderlei Follador, que mora em Francisco Beltrão.

Pachuca desperdiça chance clara aos 15min

Embora o Al Jazira tenha tomado a iniciativa no começo do jogo, o Pachuca foi quem chegou perto primeiro de abrir o placar em uma chance clara desperdiçada. Fayez cobrou falta e a bola pegou no pé da trave de Al Senaani. No rebote e sem goleiro, Murillo completou de peixinho, mas mandou por cima do gol.

Romarinho causa frisson a cada toque na bola

Estrela do Al Jazira e um dos principais jogadores do Mundial de Clubes, o atacante Romarinho causou frisson a cada toque na bola nos torcedores do time da casa. O ex-corintiano atraiu olhares dos adversários e fez a torcida levantar sempre que se aproximou do gol mexicano. Com gols na competição - um deles sobre o Real Madrid -, o brasileiro não balançou as redes novamente, mas foi um nome importante do torneio.

Pachuca aproveita espaços do Al Jazira e abre o placar

REUTERS/Amr Abdallah Dalsh
Jonathan Urretaviscaya chuta para abrir o placar para o Pachuca contra o Al Jazira
De tanto insistir e também aproveitando os espaços proporcionados pelas ações ofensivas do Al Jazira, o Pachuca largou na frente aos 37min. O contra-ataque foi rápido e a bola chegou até Urretaviscaya, que se livrou com facilidade do zagueiro e tocou na saída do goleiro. Festa mexicana em Abu Dhabi!

Al Jazira empata após boa jogada de Romarinho

O Pachuca desperdiçou algumas chances de ampliar o placar e acabou punido com o gol de empate do Al Jazira aos 13min do segundo tempo. Após boa jogada de Romarinho, que se livrou de dois adversários, Alrezzi recebeu o rebote na área após duas tentativas frustradas e igualou o marcador para a comemoração da torcida da casa.

Depois do susto, goleada mexicana e 3º lugar garantido

Francois Nel/Getty Images
Franco Jara comemora mais um gol do mexicano Pachuca contra o Al Jazira
Pouco tempo depois, o Pachuca voltou a comandar o placar. Aos 16min, Jara recebeu totalmente livre de Sagal na área e não teve qualquer dificuldade para completar de primeira e correr para o abraço. A partir daí, os mexicanos tiveram ainda mais liberdade e novas oportunidades de fazer mais gols. Não deu outra. Aos 35min, De La Rosa recebeu livre em mais um contra-ataque e marcou. Aos 40min, Sagal deu números finais ao placar em cobrança de pênalti: 4 a 1 Pachuca. Frustração para Romarinho e os donos da casa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos