Real Madrid domina Grêmio e é hexa mundial com gol de Cristiano Ronaldo

Luiza Oliveira

Do UOL, em Abu Dhabi (EAU)

O Grêmio conquistou a América, legitimamente sonhou com mais e lutou por isso, mas parou diante de um rival poderoso. Neste sábado (16), liderado por Cristiano Ronaldo, o Real Madrid alcançou o sexto título mundial ao vencer os gremistas por 1 a 0, em Abu Dhabi. Um bonito gol de falta do português, em noite amplamente dominada pelo campeão europeu, selou o destino da decisão aos 7min do segundo tempo. 

Sem Arthur, lesionado, e com Luan muito abaixo de seu nível habitual, o Grêmio de Renato Portaluppi não ameaçou ofensivamente e caiu contra um rival que foi soberano em campo. Em 90 minutos, o Real sequer permitiu uma finalização no gol defendido por Navas, apesar de todos os esforços da equipe brasileira.

Tricampeões continentais, os gremistas seguem com um título mundial no currículo, conquistado graças aos dois gols do mesmo Renato sobre o Hamburgo, em 1983. O Real Madrid amplia sua interminável galeria de conquistas com seis títulos mundiais, sendo três no formato antigo (1960, 98 e 2002) e ainda três no atual formato do Mundiais de Clubes da Fifa (2014, 16 e 17). 

O melhor: Cristiano Ronaldo

REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

Não só pelo gol, mas o português esteve presente diretamente em vários momentos importantes do Real no campo ofensivo, apesar das jornadas inspiradas de Geromel e Kannemann.

O pior: Barrios

Dúvida na escalação de Renato, não justificou a escolha do treinador e se mostrou um nível abaixo dos demais. Perdeu todas as disputas, não reteve a bola, ajudou pouco na marcação e saiu cedo.

Gol de falta de CR7 mata o sonho gremista nos Emirados

Uma pedalada para cima de Jaílson, nos arredores da área, permitiram a Cristiano Ronaldo uma cobrança de falta que não costuma desperdiçar. Depois de arriscar uma batida de longe que assustou Gröhe no primeiro tempo, o português mostrou a pontaria afiada e, em chute seco que passou entre Barrios e Luan na barreira, deixou o goleiro gremista sem chances para abrir o marcador.

Xingamentos e entrada de Geromel: cartão de vistas para CR7

Já no aquecimento, Cristiano Ronaldo ouviu ofensas de torcedores gremistas em um português bem compreensível para ele. Quando a bola rolou, o atacante do Real recebeu um cartão de visitas considerável de Pedro Geromel a 1 minuto. O capitão gremista chegou junto e marcou a panturrilha do craque adversário de forma desproporcional. Apesar da violência no lance, o árbitro contemporizou.

Casemiro também acerta Luan e leva o amarelo

Companheiro em convocação pela seleção brasileira, Casemiro ignorou a nacionalidade e também deu uma entrada duríssima, por baixo, em Luan. Foi o único momento da primeira etapa em que o craque gremista chamou a atenção. O árbitro César Ramos, desta vez, não ignorou a violência e deu um amarelo.

Edílson assusta em falta, a única finalização gremista em 45 minutos

De muito longe, quase 40 metros de distância, o lateral Edílson ousou em uma batida direta em cobrança de falta e assustou Navas. O goleiro costarriquenho, que havia dispensado a barreira, deu um pulo e se assustou com a bola rente ao travessão – foi a única finalização gremista. 

Dupla de zaga do Grêmio destoa e vira coração do time em campo

REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

Com muita iniciativa, bom posicionamento e presença, Geromel e Kannemann destoaram positivamente como os grandes nomes do Grêmio em campo. O argentino acertou uma entrada firme em Modric, mas tirou bola com o rosto, deu um lindo e limpo carrinho para impedir finalização de Ronaldo e sobrou em antecipações. Geromel, depois de marcar a perna do craque português, participou de lances marcantes como um desarme em Kroos e um bloqueio sobre Carvajal.

Modric e Isco dão ritmo. No Grêmio, Arthur faz muita falta

François Nel/Getty Images

Jogadores de maior mobilidade do Real, o croata Modric e o espanhol Isco circularam com liberdade no campo de ataque e foram os principais responsáveis por municiar os colegas. Além de buscarem os espaços vazios, destoaram pelo raciocínio rápido e pela capacidade de achar grandes passes. Isco, que joga totalmente sem posição fixa, ratificou a grande ascensão de sua carreira em 2017.

Por outro lado, o Grêmio sentiu demais a ausência de um de seus principais jogadores. Com uma lesão no tornozelo, o jovem Arthur, ligado à dupla Real e Barcelona, foi substituído por Michel, que ao lado de Jaílson se mostrou um nível abaixo na velocidade e na técnica que o Real imprimiram no jogo.

Luan, apagado, erra quase tudo

REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

Principal nome do Grêmio, não atuou na mesma sintonia das finais da Copa Libertadores. Luan errou muitos passes e não conseguiu ameaçar o Real Madrid como normalmente faz. No seu grande teste em nível internacional, o principal jogador do futebol brasileiro não foi bem.

Cerca de 8 mil gremistas apoiam brasileiros em Abu Dhabi

Seja de representantes espanhóis ou da população local, o estádio nos Emirados Árabes foi de apoio majoritário ao Real. Ao longo de quase toda a partida, os gritos de "Madri, Madri" sobressaíam no Zayed Sports. Mesmo assim, o Grêmio também teve um apoio incondicional de aproximadamente 8 mil torcedores in loco, entre tantos outros milhares espalhados pelo Brasil.

E o apoio também foi forte em Porto Alegre

Jeremias Wernek/UOL Esporte

A Arena Grêmio também ficou repleta por aproximadamente 20 mil torcedores que foram apoiar em peso no sonho do campeão da América em vencer o Real Madrid. A loja no estádio também ficou cheia de gremistas que desejavam personalizar suas camisas do Mundial. 

REAL MADRID 1 x 0 GRÊMIO

Data e hora: 16/12/2017, às 15h (horário de Brasília)
Local: Zayed Sports City, em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos)
Árbitro: César Arturo Ramos (México)
Auxiliares: Marvin Torrentera Rivera e Miguel Hernández (ambos do México)
Cartão Amarelo: Casemiro
Gol: Cristiano Ronaldo, aos 7min do segundo tempo

Real Madrid
Navas; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro; Modric e Kroos; Isco (Lucas Vásquez); Cristiano Ronaldo e Benzema (Bale). 
Treinador: Zinedine Zidane

Grêmio
Marcelo Gröhe; Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson e Michel (Maicon); Ramiro (Everton), Luan e Fernandinho; Barrios (Jael). 
Treinador: Renato Portaluppi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos