Técnico do sub-20 do Fluminense sofre acidente de carro em MG; filha morre

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Chivas

O Fluminense confirmou na madruga deste domingo (17) que o uruguaio Leo Percovich, ex-goleiro e atual técnico da equipe sub-20, sofreu um acidente de carro na região de Santos Dumont, em Minas Gerais. Ele estava com a mulher e três filhos. Uma das filhas, uma menina de quatro anos, não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com o comunicado do time carioca, Percovich sofreu escoriações leves. Ele foi levado para a UPA Norte, em Juiz de Fora (MG). A mulher do treinador sofreu uma fratura na bacia. Os outros dois filhos do casal foram encaminhados para o CTI da Santa Casa de Juiz de Fora. No começo da tarde, o hospital informou que Pietro, de oito anos, está estável e seu quadro inspira cuidados. Já Valentina, de nove, que também continua no CTI, está instável e em situação grave.

O carro em que a família de Percovich estava caiu de uma ponte de 20 metros na BR-040, em Santos Dumont. O acidente teria acontecido por volta das 16h do sábado (16).

Nascido em Montevidéu, Percovich foi goleiro do Peñarol campeão da Libertadores em 1988 e foi assistente técnico e preparador de goleiros do Middlesbrough, na liga inglesa. Também trabalhou em comissões técnicas de times da liga americana. Ele comanda o sub-20 do Fluminense desde outubro. 

Confira a nota oficial do Fluminense:

O Fluminense confirma que, no acidente de carro acontecido na tarde deste sábado, na região de Santos Dumont (MG), na Zona da Mata, estavam o técnico da equipe sub-20 do clube, Léo Percovich, de 49 anos, a mulher e seus três filhos.

Léo Percovich e a mulher foram socorridos e levados para a UPA Norte, em Juiz de Fora. O técnico sofreu escoriações leves e vai passar por exames ao longo da noite. A mulher do treinador sofreu fratura na bacia. Dos filhos do casal, um menino e uma menina estão no CTI da Santa Casa de Juiz de Fora em estado crítico e a outra filha do casal morreu ao dar entrada no HPS da cidade mineira.

O clube lamenta profundamente a perda, está dando apoio ao treinador neste momento difícil e decreta luto oficial de três dias. Um staff do clube está a caminho de Juiz de Fora. Em breve, outras informações.

O Middlesbrough também manifestou solidariedade e disse estar "em orações" pela família de seu ex-funcionário.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos