Trauco lamenta situação de Guerrero e diz que colega fez falta no Flamengo

Do UOL, em São Paulo

  • Luis Acosta/AFP

    Trauco em ação pelo Flamengo contra o Junior Barranquilla

    Trauco em ação pelo Flamengo contra o Junior Barranquilla

Companheiro de Paolo Guerrero no Flamengo e na seleção peruana, Miguel Trauco falou sobre a suspensão imposta ao centroavante, que ficará afastado dos campos até o fim de 2018 após exame antidoping detectar a presença de metabólito da cocaína em seu organismo. O lateral-esquerdo lamentou a situação do compatriota e disse que ele fez falta na final da Sul-Americana.

"Estou muito triste, Paolo não merece isso. Ele deveria estar aqui. Isso me afetou muito, me machucou, porque eu estive com ele lá e não sabia o que dizer a ele. Guerrero sempre se comportou bem comigo e foi quem nos levou até aqui", disse Trauco, em entrevista ao jornal peruano "Depor".

Por causa da suspensão, Guerrero não pôde jogar a final da Sul-Americana e viu o Flamengo ser derrotado pelo Independiente. Na opinião de Trauco, o centroavante fez falta.

"Sua ausência foi sentida na final. Infelizmente, as coisas não aconteceram. 2018 será como uma revanche para mim. Saí desgostoso com os torcedores e a última impressão que deixei não foi a melhor no Flamengo. Agora, é melhorar para estar bem, porque são muito exigentes", afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos