Gabriel Jesus destoa de City avassalador e vive maior seca de gols no clube

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING)

  • Laurence Griffiths/Getty Images

Manchester City e Gabriel Jesus vivem períodos antagônicos. Ao mesmo tempo que o time empilha recordes na liderança do Campeonato Inglês com muita folga e 16 vitórias seguidas, o atacante passa pela maior seca de gols desde que chegou ao clube, em janeiro deste ano.

Ao desperdiçar um pênalti na goleada por 4 a 1 sobre o Tottenham, em Manchester, no último sábado, o jogador da seleção brasileira acumulou sete partidas sem balançar a rede dos adversários. Faz mais de um mês que o camisa 33 não vaza o goleiro rival. A última vez aconteceu em 18 de novembro, quando deixou a sua marca no triunfo por 2 a 0 sobre o Leicester, fora de casa.

Desta data até hoje, ele atuou em dois jogos da Liga dos Campeões (Feyenoord e Shakhtar Donetsk) e cinco da Premier League (Huddersfield Town, Southampton, West Ham, Manchester United e Tottenham). Foi titular em três: Southampton, Shakhtar e United – atuou os 90 minutos diante apenas dos ucranianos e acabou substituído nas outras duas atuações, ambas pela liga inglesa.

Diante do Tottenham, entrou no segundo tempo no lugar de Sérgio Agüero, dono do posto de cobrador de pênaltis do City. Com a saída do argentino, Kevin De Bruyne seria o responsável por converter a cobrança que ele mesmo sofreu, com 2 a 0 no placar. No entanto, o belga atendeu ao pedido de Gabriel Jesus e cedeu a vez ao companheiro. O chute rasteiro do centroavante parou na trave do goleiro dos Spurs, Hugo Lloris.

A falta de gols de Gabriel Jesus no último mês coincide com a negociação por um novo contrato e aumento salarial. Pelo impacto imediato na equipe quando desembarcou na Inglaterra, o que resultou até em colocar Agüero no banco de reservas, e também por ter caído no gosto de Pep Guardiola e dos dirigentes, o clube decidiu valorizar o jovem de 20 anos. As tratativas estão em estágio avançado.

Em que pese a escassez de bola na rede, o atacante ainda ocupa a terceira posição entre os artilheiros do City na temporada: são 10 gols, atrás de Agüero (13) e Raheem Sterling (15).

Líder isolado da Premier League, com 11 pontos de vantagem sobre o Manchester United, e dono da melhor campanha da história nessa altura do campeonato, após 18 rodadas, o Manchester City entra em campo nesta terça-feira pelas quartas de final da Copa da Liga. O adversário será o Leicester City, fora de casa, e a expectativa é que Guardiola escale uma equipe mista, já que o torneio é o menos relevante entre as quatro competições que o clube tem no calendário.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos