Há 46 anos na seca, Galo se inspira no Corinthians para faturar Brasileiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Ale Cabral/AGIF

    Campeão de 2017, Corinthians não jogou Libertadores e agora inspira o Atlético

    Campeão de 2017, Corinthians não jogou Libertadores e agora inspira o Atlético

Nesta terça-feira, 19 de dezembro, o Atlético-MG completa exatos 46 anos do título brasileiro de 1971, o único de sua história até então. Vice-campeão por outras cinco ocasiões, sendo duas nos últimos anos (2012 e 2015), o torneio mais importante do país tornou-se uma obsessão para o clube mineiro. Com poucos dias na presidência da agremiação, Sérgio Sette Câmara, recentemente eleito, não escondeu o objetivo de voltar a erguer a taça em um dos seus três anos de mandato. Para isso, o Galo terá como inspiração o Corinthians.

Ausente da Copa Libertadores de 2017, o Corinthians não precisou dividir as atenções e entrou de cabeça na disputa do Brasileirão deste ano, abrindo grande vantagem já no fim do primeiro turno e sagrando-se campeão com nove pontos de diferença para o rival Palmeiras. Essa é a principal inspiração para os atleticanos, que ainda estão digerindo a ausência na próxima Libertadores depois de cinco anos de participações consecutivas. Agora, tentam achar os pontos positivos em ficar de fora.

"A gente tinha dois cenários preparados [classificar ou não para a Libertadores]. As duas situações podiam acontecer. O Corinthians não foi à Libertadores e foi campeão, fez grandes vendas. Quem fica fora da Libertadores tem mais tempo para desenvolver no Campeonato Brasileiro. Agora vamos brigar pela Libertadores 2019", comentou recentemente o diretor Alexandre Gallo.

Até o momento, o Atlético já confirmou a chegada de três nomes para 2018. Dois deles vieram do Palmeiras: Arouca e Erik. Do Sport, chegou Samuel Xavier. Nos bastidores, a diretoria ainda trabalha para trazer outros atletas, dentre eles um zagueiro com condições pelo menos de brigar pela titularidade.

Apesar de disputar paralelamente a Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana, o sonho atleticano pelo Brasileirão é evidente e o campeonato será priorizado em Belo Horizonte. Com o torneio marcado para começar em abril, o Galo não quer perder o foco em nenhum momento e busca construir uma boa margem de pontos já no início da competição, já que muitos dos seus principais rivais, como Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, Grêmio, Santos e Flamengo estarão com as atenções mais focadas na Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos