Corinthians vê Scarpa difícil, e Palmeiras mantém esperança por empréstimo

Rodrigo Mattos

Do UOL, em Luque

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Gustavo Scarpa comemora gol do Fluminense contra a LDU

    Gustavo Scarpa comemora gol do Fluminense contra a LDU

Na disputa pelo meia Gustavo Scarpa, do Fluminense, Corinthians e Palmeiras tentam resolver obstáculos complicados e diferentes. A diretoria corintiana enxerga como difícil a negociação por conta de dinheiro, embora exista a demanda do time tricolor por atletas. Já o Palmeiras tenta viabilizar jogadores para uma troca por empréstimo.

A diretoria do Fluminense colocou Scarpa no mercado com a intenção de arrumar uma parte de seu time para 2018, com reforços, e se possível arrecadar valores extras. O trio de ferro de São Paulo se interessou pelo jogador, incluindo a equipe do Morumbi, um dos melhores meias do mercado nacional.

"É difícil. Não dá nem para chamar de negociação porque está complicado", afirmou o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade. Segundo ele, não foram discutidos jogadores para uma troca com o time carioca.

Já o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, vê Scarpa como uma oportunidade de mercado, já que o clube conta com meias Lucas Lima, Guerra e Moisés. Ele explicou que a transação é complicada porque envolve muitas partes.

"Seria por um empréstimo por um ano, por uma temporada. Alguns jogadores do Palmeiras iriam, e o Scarpa viria", contou Galiotte. "Depende de muita coisa porque envolve muita gente, jogador, empresário, família. E é uma coisa por um ano."

Segundo ele, o que existe no momento é um diálogo entre Palmeiras e Fluminense, mas não sabe avaliar hoje se está distante ou próximo de se concretizar. Recentemente, inclusive, Róger Guedes não quis atuar na equipe das Laranjeiras e dificultou o negócio. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos