Luta de Cavani para superar Messi e Cristiano Ronaldo vira atração no PSG

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

  • REUTERS/Charles Platiau

Nada de Neymar. No duelo entre Paris Saint-Germain e Caen, nesta quarta-feira às 17h50 (horário de Brasília), no Parque dos Príncipes, em Paris, pelo Campeonato Francês, a atração é Edinson  Cavani. O centroavante, na cola de Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Robert Lewandowski, luta pelo feito de terminar 2017 como o maior goleador e entrar para a história do clube.

Os três jogadores estão empatados no topo da artilharia com 53 gols. Já o uruguaio vem logo atrás com 52.

O que pesa a favor de Cavani em busca do topo é o confronto ter status de fácil perto dos desafios finais dos adversários – Bayern de Munique encara o Borussia Dortmund, nesta quarta-feira, pela Copa da Alemanha, e Barcelona e Real Madrid se enfrentam, no sábado, pelo Campeonato Espanhol.

Caso ultrapasse os concorrentes, Cavani ainda terá atingido outro feito: o de ser o maior artilheiro da história do PSG. São dois gols que faltam para igualar a marca do sueco Zlatan Ibrahimovic, que tem 156 no total.

"A hora virá. É especial para qualquer jogador. Mas, honestamente, em Paris todos me conhecem. Estou muito mais concentrado no coletivo do que no individual, e meu objetivo é sempre dar o máximo. O mais importante é que ganhamos títulos no final da temporada", disse ele em entrevista recente ao site da Uefa.

Cavani vive incrível temporada. É o maior artilheiro entre as grandes competições europeias, com 18 gols em 16 jogos. São 24 gols no total contabilizando os 6 marcados na Liga dos Campeões. Neymar, por exemplo, soma 17 gols em 19 jogos.

O uruguaio está na sua quinta temporada em Paris e convive com um enorme respeito no PSG por conta do estilo de jogo. A dedicação apresentada em campo, com constantes combates defensivos é típico do futebol uruguaio. E bastante respeitado pelo francês apaixonado por futebol.

Respaldado por torcedores, Cavani superou o atrito inicial com Neymar e ganhou prestígio interno pelo comportamento discreto apresentado. Prestes a entrar para a história no clube, o jogador já ouviu declarações que o colocam acima de Cristiano Ronaldo e Robert Lewandowski. Independentemente de ser o maior artilheiro de 2017.

"Os artilheiros são muitas vezes os personagens mais midiáticos no futebol. Para mim, Cavani é o melhor centroavante do mundo, simplesmente" disse Antero Henrique, diretor esportivo do PSG, ao jornal francês "Le Parisien".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos