Balotelli revela dor por ausência da Itália na Copa e quer voltar à seleção

Do UOL, em São Paulo

  • Valery Hache/AFP

Assim como a maioria dos torcedores italianos, o atacante Mario Balotelli não se conforma com a ausência da Itália da Copa do Mundo de 2018. Em entrevista ao jornal "Gazzetta dello Sport", o jogador do Nice disse não entender porque não teve chances de jogar com o técnico Giampiero Ventura nas eliminatórias.

Depois de ficar em segundo lugar na chave que contava com a Espanha, a Itália acabou perdendo a vaga para a Copa na repescagem europeia, num duelo de mata-mata contra a Suécia (derrota fora e empate sem gols em casa). Os italianos não ficavam fora de um Mundial desde a edição de 1958.

"Me dói recordar de Itália x Suécia. Não entendo porque Ventura me excluiu. Não escondo, meu sonho é voltar a vestir a camisa azul. Devo isso a meu pai, que foi meu primeiro torcedor", declarou Balotelli em entrevista ao jornal "Gazzetta dello Sport". 

O goleador do Nice não defende a seleção da Itália desde a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, quando a "Azzurra" foi eliminada ainda na fase de grupos (Costa Rica e Uruguai avançaram). Em seguida, Balotelli não teve mais oportunidades na equipe nacional, seja com Antonio Conte ou com Giampiero Ventura.

UOL Cursos Online

Todos os cursos