Balotelli revela dor por ausência da Itália na Copa e quer voltar à seleção

Do UOL, em São Paulo

  • Valery Hache/AFP

Assim como a maioria dos torcedores italianos, o atacante Mario Balotelli não se conforma com a ausência da Itália da Copa do Mundo de 2018. Em entrevista ao jornal "Gazzetta dello Sport", o jogador do Nice disse não entender porque não teve chances de jogar com o técnico Giampiero Ventura nas eliminatórias.

Depois de ficar em segundo lugar na chave que contava com a Espanha, a Itália acabou perdendo a vaga para a Copa na repescagem europeia, num duelo de mata-mata contra a Suécia (derrota fora e empate sem gols em casa). Os italianos não ficavam fora de um Mundial desde a edição de 1958.

"Me dói recordar de Itália x Suécia. Não entendo porque Ventura me excluiu. Não escondo, meu sonho é voltar a vestir a camisa azul. Devo isso a meu pai, que foi meu primeiro torcedor", declarou Balotelli em entrevista ao jornal "Gazzetta dello Sport". 

O goleador do Nice não defende a seleção da Itália desde a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, quando a "Azzurra" foi eliminada ainda na fase de grupos (Costa Rica e Uruguai avançaram). Em seguida, Balotelli não teve mais oportunidades na equipe nacional, seja com Antonio Conte ou com Giampiero Ventura.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos