Chapecoense desiste de Márcio Araújo, do Flamengo, por salário alto

Rodrigo Mattos e Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Márcio Araújo, por enquanto, continua no Flamengo para a temporada de 2018

    Márcio Araújo, por enquanto, continua no Flamengo para a temporada de 2018

Por enquanto, um dos jogadores mais contestados pela torcida seguirá no Flamengo. Rubro-negro e Chapecoense encerraram as conversas para a transferência do volante por empréstimo - o interesse do clube catarinense foi noticiado pelo Esporte Interativo. Ao tomar conhecimento dos valores envolvidos, a diretoria da Chape desistiu.

Márcio Araújo recebe salário de cerca de R$ 160 mil. O montante é superior ao que a maioria dos titulares da Chapecoense ganha - em torno de R$ 100 mil. Por conta disso, o clube se retirou, já que o Rubro-negro, inicialmente, não pretende dividir os vencimentos do atleta.

Márcio Araújo continua sendo sondado por outros clubes, mas nada avançou de forma considerável. Ele é um dos jogadores mais contestados pela torcida e tem contrato com renovação automática até 31 de dezembro de 2018, conforme revelado pelo UOL Esporte.

O presidente Eduardo Bandeira de Mello costuma defendê-lo dos xingamentos e críticas da torcida. "Espero que ele [Márcio Araújo] não saia. O elenco do Flamengo é composto por grandes jogadores. Alguns ajustes são necessários, mas espero que a maioria esmagadora permaneça e nos ajude a fazer um grande 2018", afirmou ao canal Fox Sports.

A diretoria recebe sondagens por outros jogadores e também tenta definir prioritariamente as situações de Alex Muralha, Mancuello, Rafael Vaz e Gabriel. Até o momento, apenas Conca retornou ao Shanghai SIPG, da China.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos