Hotel temático de futebol vizinho do United tem Brasil e diária de R$ 440

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING)

  • Caio Carrieri/Colaboração para o UOL

99 Sir Matt Busby Way. O endereço, em referência ao lendário técnico do Manchester United no pós-guerra, já revela a ligação com o futebol. E o nome do empreendimento confirma a inspiração no esporte mais popular do planeta: Hotel Football, estabelecimento temático vizinho ao Old Trafford, estádio dos Diabos Vermelhos.

Os laços estreitos com a modalidade vão desde a localização, a poucos metros da casa do United, passam pela decoração e tem origem nos proprietários: os irmãos Neville (Gary e Phil), Ryan Giggs, Paul Scholes e Nick Butt, todos da histórica "Classe de 1992", geração consagrada sob o comando de Alex Ferguson.

Caio Carrieri/Colaboração para o UOL

Aberto em fevereiro de 2015 ao custo de 24 milhões de libras (R$ 106 milhões na cotação atual), o hotel quatro estrelas tem 133 quartos distribuídos entre cinco categorias, e o preço da estadia varia entre R$ 440 e R$ 1545 por noite. São oito andares com dormitórios, cuja vista privilegiada de alguns deles dá para o famoso painel de neon com o nome do Manchester United no estádio e para o pátio onde estão as estátuas de Sir Matt Busby, treinador sobrivente do acidente de avião em Munique (ALE) em 1958 e campeão europeu dez anos depois, assim como das outras lendas Bobby Charlton, George Best e Denis Law.

Divulgação
No terraço, um espaço estilizado com grama sintética fica destinado para receber eventos. No porão, um bar com capacidade para 750 pessoas, com mesas de sinuca e televisores atraem os torcedores do United no esquenta antes das partidas em Manchester.

Por outro lado, ao contrário do que parece, o hotel não é dedicado ao clube e recebe público variado. No bar e restaurante localizado no térreo, caricaturas de diversos jogadores, de clubes e nacionalidades diferentes, estampam as paredes. O Brasil está representado por Pelé, Roberto Carlos, Cafu e Sócrates.

Divulgação
"Esse lugar é uma celebração do futebol e da paixão que a cidade sente por esse esporte", enfatiza Charlotte Richmond, assistente-executiva da gerência.

Ainda de acordo com Charlotte, o hotel tem ocupação de 97% ao longo do ano e por temporada hospeda cerca 1 milhão de clientes – a maioria deles do Reino Unido e da Ásia, região em que o clube foi pioneiro em expandir a marca na busca por novos torcedores e, principalmente, mais receita.

"Apesar de estarmos abertos para todos os torcedores, o desempenho do United claramente influencia a demanda pelo hotel", continua. "Podemos sentir isso agora que o clube está de volta à Liga dos Campeões. Mas não temos o emblema do United espalhado por todo o hotel".
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos