Proposta do Botafogo e indefinição política balançam gerente do Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Flickr do Vasco

    Gerente de futebol do Vasco, Anderson Barros, tem proposta do Botafogo

    Gerente de futebol do Vasco, Anderson Barros, tem proposta do Botafogo

Anderson Barros esteve presente na última quarta-feira no sorteio da Copa Libertadores de 2018, mas a missão diplomática no Paraguai pode ter sido um de seus últimos atos como dirigente do Vasco. Com uma proposta em mãos do Botafogo, clube em que trabalhou entre 2009 e 2012, o gerente de futebol está balançado, ainda mais em função da indefinição política cruzmaltina.

Atualmente, o Vasco atravessa um imbróglio político onde ainda não se sabe quem será o próximo presidente. Tal situação acaba influenciando na escolha de Barros. Pelo lado do atual mandatário, Eurico Miranda, Anderson segue prestigiado e fica. Já entre os pares de Julio Brant, candidato que pode assumir o cargo mais alto de São Januário, sua continuidade não é garantida.

A princípio, uma grande reformulação no departamento de futebol acontecerá com Brant e Barros não permanece. O quadro só poderá mudar caso haja um grande apelo e um feedback positivo por parte do elenco. Na sede da Conmebol, Anderson comentou sobre o assunto e falou em "fim de um ciclo".

"Eu sempre disse que vi os comentários, os rumores, a intenção. É sempre uma alegria muito grande quando tem um clube que você trabalhou e tem a oportunidade de retornar, porque é um reconhecimento de um trabalho. Isso, para mim, é extremamente gratificante. Estou terminando um ciclo no Vasco, independentemente de qualquer coisa, com esse sorteio, o planejamento para 2018. Depois disso vamos sentar para tomar a melhor decisão", disse ao Sportv.

Anderson Barros tem traçado o planejamento do Vasco para a próxima temporada em conjunto com o vice de futebol, Eurico Brandão, o Euriquinho, filho de Eurico Miranda. Até o momento, eles contrataram o atacante Rildo (Coritiba) e o volante argentino Leandro Desábato (Vélez Sarsfield-ARG), renovaram com o atacante Kelvin e deixaram bem encaminhadas as permanências do zagueiro Breno e do volante Wellington.

O Botafogo quer Anderson Barros para a vaga de Antônio Lopes. O Alvinegro aguarda uma resposta do dirigente até o fim desta semana. Além de Vasco e Botafogo, o dirigente trabalhou em Flamengo, Vitória e Figueirense.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos