Grêmio cobra dívida e quer adiantar venda de Bolaños para o Tijuana-MEX

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Miller Bolaños está emprestado ao Tijuana até agosto de 2018 e Grêmio quer vender

    Miller Bolaños está emprestado ao Tijuana até agosto de 2018 e Grêmio quer vender

O Grêmio quer que o Tijuana-MEX compre Miller Bolaños, mas esta situação ainda parece distante de acontecer. O time mexicano atrasou uma das parcelas do empréstimo do equatoriano de 27 anos e a ideia é ter uma conversa para alinhar ao menos o primeiro pagamento de 350 mil dólares (R$ 1,1 milhão pela cotação atual).

Interessado em receber prontamente, o clube gaúcho já iniciou aproximação aos mexicanos para realizar a cobrança. Hoje, o Grêmio não pretende que Bolaños retorne. Pelo contrário, pode usar a dívida para alinhar a venda do jogador. Em contrato, o Tijuana se obriga a depositar 5 milhões de dólares (R$ 16,6 milhões) assim que Bolaños disputar 20 partidas, efetuando a compra dos direitos dele. Até agora foram dez, com três gols marcados e mais oito meses de vínculo pela frente.

Ao buscar pagamento, o Grêmio pode encontrar alternativas. Dividir o valor, empurrar para quando eles efetuarem a compra, achar maneiras de garantir a verba mesmo que de forma tardia e não rescindir a ligação dele ao futebol do México são algumas das opções em vista.

Com uma série de problemas fora de campo, Bolaños tirou a paciência do comando gremista e do técnico Renato Gaúcho. Pediu para ser negociado e a conduta desagradou muito o clube, que investiu alto em sua contratação.

Neste momento, conforme apurou o UOL Esporte, o cenário indicado é que a cobrança já faça parte da negociação de venda do jogador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos