Após desentendimento em 2012, Fred e Mano aparam arestas no Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • AFP PHOTO / GABRIEL BOUYS

    Atacante teve problemas com Mano, mas voltará a trabalhar com o técnico no Cruzeiro

    Atacante teve problemas com Mano, mas voltará a trabalhar com o técnico no Cruzeiro

Cinco anos mais tarde de ser preterido por Mano Menezes e reclamar publicamente do então treinador da Seleção Brasileira, o atacante Fred volta a se reencontrar com o agora comandante do Cruzeiro. Contudo, hoje as partes já parecem ter superado o problema e não colocaram barreiras para trabalharem juntos novamente.

Quando atuava pelo Fluminense, Fred chegou a ser convocado por Mano Menezes na Seleção Brasileira, mas não teve oportunidades e ficou insatisfeito. Isso aconteceu porque o treinador optou por adotar uma formação sem a utilização de um centroavante de ofício. Após perceber a falta de chances, Fred rasgou o verbo.

"Eu nem penso em Seleção enquanto o Mano estiver lá. Desde o jogo contra o México que não tinha centroavante para jogar e ele colocou o Lucas para jogar de centroavante de costas, e eu fiquei no banco e nem entrei, ali eu vi que realmente o Mano não gosta do meu trabalho. Sou atacante, vivo de gols, estou fazendo gols. Não sei mais o que ele quer, mas eu respeito. Mas o que eu falei, enquanto o Mano estiver no comando da Seleção, eu não crio expectativa nenhuma para ir para Seleção", comentou o jogador, referindo-se ao jogo contra o México, em outubro de 2011.

Hoje, o mal-estar parece já fazer parte do esquecimento pelas duas partes. Antes de contratar Fred, Itair Machado, vice-presidente do Cruzeiro, se certificou de ter o aval de Mano Menezes. O contrário também ocorreu. Fred que tinha uma proposta do Qatar, mas preferiu ficar em Belo Horizonte e trabalhar com Mano assim que soube do interesse do Cruzeiro em recontratá-lo. Os dois também já teriam até conversado e virado a página em busca de um novo capítulo na Toca da Raposa.

Apesar do crivo de Mano, vale lembrar que o treinador ganhou um dos melhores centroavantes do Brasil, mas que não apresenta suas características preferidas. No Cruzeiro, o técnico preteriu o centroavante Ramón Ábila, que apesar dos gols, nunca conseguiu se firmar no time titular. Por várias vezes, Mano optou por um atacante com mais mobilidade e até um falso 9.

Fred já ajudou Mano com gol e título do Brasil

Em 2012, na mesma época que a relação dos dois não era tão boa, Fred voltou a ser chamado pelo comandante, desta vez para disputar o Superclássico das Américas contra a Argentina. Na partida da volta, Fred fez o gol brasileiro que levou a decisão para os pênaltis. Nas cobranças, balançou as redes e comemorou o título após a vitória por 4 a 3.

Apesar do título, Mano acabou demitido da Seleção Brasileira pouco tempo depois. Seu sucessor, Felipão, deu mais chances ao atacante Fred, que voltou a alfinetar o ex-comandante.

"O Mano não gosta de centroavante. Eu nunca escondi que não me dava bem com ele", disse o jogador em 2013.

"Felipão é muito parceiro, muito justo com todos. Independente da posição que ele tomar, todos vão respeitar. Minha principal função é fazer gols. Sempre quero estar nesta forma e pronto para jogar", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos