Grêmio não recebe proposta e negocia rescisão de contrato com Arroyo

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Arroyo negocia com Grêmio uma rescisão amigável para deixar o futebol brasileiro

    Arroyo negocia com Grêmio uma rescisão amigável para deixar o futebol brasileiro

Michael Arroyo não vai ficar no Grêmio. Aguardando propostas para se desfazer do meia equatoriano, o clube gaúcho teme que isso leve muito tempo e negocia paralelamente a rescisão do contrato que vai até 2019. 

A má temporada não ajudou em nada a permanência dele. Com algumas lesões e comportamento questionável, o jogador não conseguiu se firmar no time e acabou o ano fora até da equipe reserva. Não viajou para o último compromisso do Brasileiro, não foi sequer relacionado para o Mundial de Clubes. 

Neste ano, o Grêmio esperava uma movimentação mais intensa do mercado de transferências atrás dele. Clubes mexicanos ou até mesmo do Equador, sua terra natal. Não aconteceu. 

Por isso, a direção começou negociação de rescisão amigável do vínculo. Desta forma, Arroyo ficaria livre para procurar outro destino, sem qualquer impeditivo imposto pelo clube gaúcho. Porém, caberá unicamente ao jogador encontrar clube. 

Não há um encaminhamento até então, mas a situação deve ganhar corpo nos últimos dias 2017. Com 30 anos, o jogador foi contratado do América do México mas disputou apenas sete partidas com a camisa tricolor. Não marcou gols. Neste período até voltou a ser chamado pela seleção de seu país, mas também não atuou com ela. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos