Mourinho diz que R$ 1,3 bi em reforços 'não foi suficiente' para o United

Do UOL, em São Paulo

José Mourinho viu o Manchester United tropeçar novamente, desta vez diante do modesto Bunrley, 2 a 2 nesta terça. Na rodada anterior, os Diabos Vermelhos empataram com o Leicester. Cobrado pelo mau desempenho do United, o técnico português declarou que o clube deveria ter gastado mais em contratações.

O United gastou 300 milhões de libras (R$ 1,3 bilhão) em reforços desde a chegada de Mourinho, no meio do ano passado:

"Não foi o suficiente", frisou Mourinho.

A maior aquisição do United na era Mourinho foi Paul Pogba: 93,2 milhões de libras (R$ 414 milhões).

Uma das principais aquisições do United para a temporada 2017/2018 foi o atacante Romelu Lukaku, ex-Everton. O clube inglês pagou 75 milhões de libras (R$ 333 milhões) para comprar os direitos do atleta.

Nemanja Matic, ex-Chelsea, chegou ao Old Trafford por 40 milhões de euros (R$ 157 milhões).

O resultado desta terça-feira poderia ter sido pior para o United. O time perdia em casa por 2 a 0, mas empatou nos acréscimos. Com esse resultado, o Manchester City continua distante na liderança do Campeonato Inglês, podendo abrir 15 pontos de diferença.

Sobre o concorrente City, Mourinho reforça o discurso de que o United não desembolsou o suficiente para ganhar campeonato. O treinador português disse que o City gastou muito mais.

"O City pagou por zagueiros valores que se pagam por atacantes".

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos