Mourinho diz que R$ 1,3 bi em reforços 'não foi suficiente' para o United

Do UOL, em São Paulo

José Mourinho viu o Manchester United tropeçar novamente, desta vez diante do modesto Bunrley, 2 a 2 nesta terça. Na rodada anterior, os Diabos Vermelhos empataram com o Leicester. Cobrado pelo mau desempenho do United, o técnico português declarou que o clube deveria ter gastado mais em contratações.

O United gastou 300 milhões de libras (R$ 1,3 bilhão) em reforços desde a chegada de Mourinho, no meio do ano passado:

"Não foi o suficiente", frisou Mourinho.

A maior aquisição do United na era Mourinho foi Paul Pogba: 93,2 milhões de libras (R$ 414 milhões).

Uma das principais aquisições do United para a temporada 2017/2018 foi o atacante Romelu Lukaku, ex-Everton. O clube inglês pagou 75 milhões de libras (R$ 333 milhões) para comprar os direitos do atleta.

Nemanja Matic, ex-Chelsea, chegou ao Old Trafford por 40 milhões de euros (R$ 157 milhões).

O resultado desta terça-feira poderia ter sido pior para o United. O time perdia em casa por 2 a 0, mas empatou nos acréscimos. Com esse resultado, o Manchester City continua distante na liderança do Campeonato Inglês, podendo abrir 15 pontos de diferença.

Sobre o concorrente City, Mourinho reforça o discurso de que o United não desembolsou o suficiente para ganhar campeonato. O treinador português disse que o City gastou muito mais.

"O City pagou por zagueiros valores que se pagam por atacantes".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos