'Ex-Uber' e Corinthians, goleiro brasileiro cresce em 3º time de Portugal

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/União da Madeira

    Depois de clubes da Terceirona, Ravi subiu um degrau no futebol europeu

    Depois de clubes da Terceirona, Ravi subiu um degrau no futebol europeu

Formado nas categorias de base do Corinthians, o goleiro brasileiro Ravi fechou nesta quarta-feira com o União da Madeira, clube que disputa a Segunda Divisão do Campeonato Português e é patrocinado pela marca do astro Cristiano Ronaldo, que nasceu na Ilha da Madeira e até dá nome ao aeroporto local. É o terceiro clube do jogador brasileiro no país onde foi atuar após um ano desempregado no Brasil - neste período, ele virou personagem na imprensa por ter trabalhado como motorista do aplicativo Uber em São Paulo.

Após 14 anos no Corinthians, clube em que foi eleito melhor goleiro do mundo sub-17 em 2011 e venceu a Copa São Paulo de Juniores do ano seguinte, Ravi não permaneceu e passou a procurar novos rumos. Houve chance de defender clubes como Ituano, Ceará, Capivariano e até o Paulista de Jundiaí, na cidade onde nasceu, mas nenhuma das negociações deu certo. Foi neste período de indefinições que Ravi viu "a situação apertando" e começou a trabalhar como motorista enquanto mantinha a rotina de treinos em uma academia particular.
 
Em outubro do ano passado, após sequências de testes e indicações, Ravi fechou com o Sertanense, clube da Terceira Divisão local. Depois de completar a temporada 2016/2017, foi negociado com o Almancilense, da mesma divisão, mas disputou apenas 14 jogos neste ano até receber a proposta do União da Madeira, onde assinou contrato por duas temporadas e meia.
 
O União da Madeira é patrocinado pela marca de Cristiano Ronaldo, que exibe na camisa da equipe o logotipo do CR7 Museu, e conta com alguns brasileiros no elenco. O principal nome é Rafael Donato, ex-Cruzeiro e Bahia. Ravi começou a rotina de treinos na terça-feira e foi oficializado como reforço nesta quarta.
 
Além da Segunda Divisão nacional, em que o União da Madeira está na 17ª posição após 18 partidas, ainda distante do acesso, a equipe também disputa a Taça da Liga de Portugal, pela qual tem jogo contra o Marítimo na sexta-feira. Ravi, por sua vez, não poderá atuar porque precisa esperar a abertura do período de inscrições, em 6 de janeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos