Rejuvenescer grupo e adaptar folha: os desafios do Grêmio para 2018

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Renato Gaúcho comandará o Grêmio em mais um temporada. Clube se reformula

    Renato Gaúcho comandará o Grêmio em mais um temporada. Clube se reformula

Não são apenas técnicos os objetivos do Grêmio para temporada de 2018. Fora de campo, a direção do campeão da Libertadores luta para adaptar a folha de pagamento à realidade do mercado. Além de rejuvenescer o elenco do técnico Renato Gaúcho.

Essa são as principais metas elencadas pelo vice de futebol Odorico Roman. E o processo para que se atinja o esperado já está em andamento.

Para rejuvenescer o grupo, a ideia é evitar contratações de jogadores acima dos 28 anos. Nesta linha, o clube já descartou investir em Everton, do Flamengo. Além da promoção de jogadores da base, o projeto é apostar naqueles que possam vir para o clube atrás de objetivos maiores, sejam jovens e ainda com caminho a percorrer até o estrelato no cenário do futebol.

A direção gremista usará, também, os fins de contrato para o rejuvenescimento da equipe. Jogadores mais rodados como Cristian, Bruno Rodrigo e Fernandinho não devem permanecer. Cícero é, da lista dos mais velhos, o que tem mais chances, mas precisa reduzir seu salário para ampliar o vínculo.

E o teto salarial é outro ponto importante na reconstrução do Grêmio fora de campo. Os vencimentos mais altos não serão mantidos. Jogadores acima do patamar estabelecido tendem a ser negociados ou não terem vínculo renovado.

"Quando houve aquela situação lá atrás de luvas da televisão, muitos jogadores tiveram salários irreais. O Grêmio tem uns exemplos, o Kleber foi exemplo disso, salário totalmente fora da curva. Se houver um realinhamento de alguns deles, é possível que fiquem. Mas temos que realinhar a folha de pagamento com a capacidade de gerar receita. Para nós uma pedra fundamental do futebol é ter condições de pagar salários, prêmios, imagem, tudo rigorosamente em dia. O Grêmio entrou nestas competições com os compromissos e prêmios todos em dia. Isso é um componente muito importante para o sucesso no futebol", disse o vice de futebol gremista à Rádio Bandeirantes.

Dos jogadores em fim de contrato, Bressan já renovou e Barrios teve saída definida. Cristian, Bruno Henrique e Fernandinho não devem ficar. Cícero precisa reduzir seu salário e o futuro de Jael será debatido nos próximos dias.

O Grêmio pretende ao menos quatro reforços para o próximo ano. Poderá fazer um investimento mais alto em apenas um e mira o mercado sul-americano atrás de um centroavante, embora ainda queira outro atacante, um meia e um lateral.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos