Cruzeiro dá atenção especial e trabalha para fazer de 2018 o ano de Dedé

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Geraldo Bubniak/Cruzeiro

    Dedé não atua desde maio e recebe atenção especial para superar sequência de lesões

    Dedé não atua desde maio e recebe atenção especial para superar sequência de lesões

Depois de entrar em campo por apenas sete vezes em 2017, o zagueiro Dedé está sendo trabalhado para retornar aos gramados já no início da temporada que vem. Quem garante é Sérgio Campolina, novo chefe do departamento médico celeste. Segundo o profissional, o defensor tem evoluído bem em sua recuperação e atravessa um bom momento, aumentando a expectativa para voltar a jogar em breve.

A última pausa que Dedé fez na carreira foi em maio deste ano. Por causa de um edema ósseo no joelho esquerdo, o zagueiro voltou ao departamento médico após sete jogos nos dois meses que ficou à disposição de Mano.

"Tenho conversado com ele com frequência por telefone durante as férias. Ele sempre está me dando informação e está muito bem. É o momento dele. Ele mesmo diz que dentro da fase de recuperação é o momento que ele está se sentindo melhor", disse Campolina, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Antes do edema ósseo, Dedé já sofria com as constantes lesões. No final de 2014, uma grave contusão no joelho direito o deixou de molho por mais de um ano. Em 2016, sofreu uma fratura na patela no mês de março e foi submetido a uma cirurgia nos Estados Unidos em agosto, terminando a temporada com apenas cinco partidas. Já em 2017, voltou no primeiro semestre, mas voltou ao departamento médico por causa de seu atual problema.

"Minha ideia é fazer uma leitura na primeira semana e dar uma acelerada nele para colocá-lo em campo", acrescentou o médico celeste.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos