Ponte recusa oferta do Cruzeiro e pede grana por Bruno Silva

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação/Botafogo

    Bruno Silva está no Botafogo desde fevereiro de 2016. Seu futuro é uma incógnita

    Bruno Silva está no Botafogo desde fevereiro de 2016. Seu futuro é uma incógnita

Uma situação que já era dada como certa pelo Cruzeiro ficou mais complicada. A Ponte Preta informou, nesta quinta-feira (28), que não aceitou a oferta pela liberação de Bruno Silva.

Os mineiros propuseram a cessão de atletas para adquirir parte dos direitos do meio-campista de 31 anos junto ao time de Campinas. O fato, contudo, foi rechaçado e informado no perfil do clube no Twitter.

"A Comissão de Transição das diretorias executivas da Ponte Preta informa que terminou a análise de atletas oferecidos pelo Cruzeiro na negociação do atleta Bruno Silva e, no momento, não tem interesse nos nomes ofertados e irá insistir em uma compensação financeira", informou.

A Ponte Preta detém 60% dos direitos econômicos de Bruno Silva.

O Cruzeiro já entrou em acordo com o Botafogo e o estafe do volante. Os mineiros estão dispostos a pagar R$ 4 milhões à vista, além da cessão de Roni em troca da chegada do jogador. O único problema é referente à data de pagamento. A Raposa quer desembolsar o montante em 10 de janeiro, enquanto os cariocas optam pelo recebimento em 4 do mesmo mês.

A situação com a Ponte Preta é mais complicada e não tem uma definição. A expectativa é que tudo seja definido até o início do próximo ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos