Flu dispensou Henrique, mas dívida com seus agentes cresceu e segue aberta

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

    Zagueiro Henrique foi um dos integrantes da barca tricolor

    Zagueiro Henrique foi um dos integrantes da barca tricolor

O Fluminense dispensou Henrique e mais sete jogadores, mas ainda tem pendência a resolver referente à chegada do ex-capitão ao clube.

Contratado por R$ 2,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 9,8 milhões) junto ao Napoli, em uma disputa ferrenha de mercado contra o rival Flamengo, o Flu ainda deve uma boa grana em comissões devidas aos empresários Caio Ziller e Oldegard Filho, que participaram da transação.

Pelo acordo inicial firmado em 2015, os agentes teriam cerca de R$ 1,6 milhão a receber. Passados dois anos do negócio, a dupla recebeu apenas 40% da dívida que, com juros, honorários advocatícios e multas atingiu algo próximo do patamar inicial. Trocando em miúdos, o Fluminense terá de desembolsar algo em torno de 50% a mais do que o devido na assinatura do contrato.

O caso foi parar na Justiça, mas as partes sentaram à mesa para um acordo amigável, o que suspendeu a ação. Por intermédio do advogado Bichara Neto, os empresários toparam receber o que é devido a partir de julho de 2018, mas em 18 parcelas.

"A situação foi difícil, futebol é um negócio caro de se fazer e atrasos dessa natureza são um grande prejuízo para os agentes. Gastamos mais para viabilizar os atletas para os clubes do que se possa imaginar. Mas confio na gestão atual do Flu, assim como confiei no [ex-presidente] Peter Siemsen. Fizemos um acordo pensando mais na viabilidade do Flu do que em nós mesmos", disse Ziller ao UOL Esporte.

Henrique já desconfiava que não estava mais nos planos do Fluminense para a próxima temporada, e seu plano é atuar fora do Brasil, embora seus representantes tenham recebido contatos de Corinthians e Atlético-MG.

O jogador recebia todos os seus vencimentos no Tricolor na carteira de trabalho, o que aumentava os encargos devidos mensalmente pelo clube. Henrique venceu a Primeira Liga-2016 e a Taça Guanabara-2017 com a camisa tricolor.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Fluminense informou que tudo será resolvido com os jogadores e os seus representantes a partir da semana que vem.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos