Sonho de Bauza para o São Paulo será rival do Tricolor na Sul-Americana

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • REUTERS/Marcos Brindicci

    Ortigoza foi campeão da Libertadores de 2014 pelo San Lorenzo

    Ortigoza foi campeão da Libertadores de 2014 pelo San Lorenzo

Em cerca de oito meses à frente do São Paulo, Edgardo Bauza fez o que pôde para que o volante Nestor Ortigoza fosse contratado. O meio-campista havia sido um dos destaques do San Lorenzo treinado por Patón entre 2013 e 2015 e se ofereceu para jogar no Tricolor em 2016. O clube paulista, no entanto, nunca se animou com a contratação e agora encontrará o paraguaio pela frente na Copa Sul-Americana do próximo ano.

Isso porque Ortigoza está muito próximo de ser anunciado como reforço do Rosario Central, rival sorteado para o São Paulo na primeira fase da Sul-Americana. O meio-campista, que em 2017 atuou pelo Olimpia, do Paraguai, foi submetido a exames médicos na manhã desta sexta-feira na Argentina e teve a contratação confirmada no período da tarde. Ele tem 30 anos e defenderá o quarto clube argentino da carreira - antes, foram seis anos no San Lorenzo, seis no Argentinos Juniors e um no Nueva Chicago.

Os melhores momentos de Ortigoza foram sob o comando de Bauza, recém-demitido da seleção da Arábia Saudita. Juntos, os dois foram campeões da Libertadores de 2014 pelo San Lorenzo, inclusive com gol do volante na final contra o Nacional, do Paraguai. 

Os confrontos com o Rosário Central estão marcados para 12 de abril, em Rosário, e 9 de maio, no Morumbi. Além de Ortigoza, o elenco "canalla" conta ainda com outro jogador indicado por Bauza ao Tricolor: o centroavante Marco Rúben. Na época, o artilheiro poderia substituir o compatriota Jonathan Calleri, mas a pedida do Central era alta demais.

Outro velho conhecido do futebol brasileiro que estará no caminho são-paulino é Germán Herrera. No Brasil, defendeu Grêmio, Corinthians e Botafogo. E em 2004, no último encontro entre Rosário Central e São Paulo, o atacante também atuou. Na ocasião, marcou um gol no Morumbi que obrigou os tricolores a virarem por 2 a 1 com gols de Grafite e levarem a decisão para os pênaltis. Rogério Ceni brilhou e classificou o time para as quartas de final da Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos