Torneio nos EUA aperta calendário do Corinthians e encurta preparação

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

    Corinthians de Fábio Carille terá poucos dias de treinos até a estreia no Paulistão

    Corinthians de Fábio Carille terá poucos dias de treinos até a estreia no Paulistão

O Corinthians terá poucos dias de treinos até a estreia no Campeonato Paulista, dia 17 de janeiro, contra a Ponte Preta, no Pacaembu. Em um ano de Copa do Mundo, a preparação mais curta ocorrerá por causa da participação do time alvinegro na Florida Cup.

Com a ida aos Estados Unidos, o Corinthians terá apenas 14 dias de intervalo entre a reapresentação e a primeira partida oficial da temporada 2018. Para efeito de comparação, a equipe teve nove dias a mais de preparação em janeiro deste ano.

O elenco do Corinthians voltou das férias no dia 11 de janeiro, enquanto a estreia no estadual ocorreu no dia 4 de fevereiro. O time também foi à Flórida para participar do torneio e ainda fez um amistoso com a Ferroviária em Itaquera.

O cenário fez o Corinthians cogitar não participar da Florida Cup, torneio cuja presença do time ocorre desde 2015. Em setembro passado, como mostrou o UOL Esporte, a diretoria havia decidido abrir mão da viagem aos Estados Unidos justamente pela antecipação do início do Campeonato Paulista em função do Mundial da Rússia.

O clube paulista, por contrato, teria de pagar uma multa de 200 mil dólares (R$ 662 mil) caso descumprisse o acordo. Na avaliação da direção corintiana, o ganho com parte da pré-temporada nos Estados Unidos tem sido abaixo do esperado no campo financeiro, além de não oferecer grande exposição.

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Fagner estará na Florida Cup pela quarta vez

Fato parecido ocorreu nos últimos dias de 2016, quando o clube chegou a dar como certa a desistência da viagem à Flórida em janeiro de 2017. A participação, em seguida, foi confirmada após um remanejamento de calendário feito pelos organizadores. Com os ajustes, o Corinthians fez apenas duas partidas, contra São Paulo e Vasco.

Treinos serão raros

Os jogadores do Corinthians se reapresentarão no dia 3 e devem viajar aos Estados Unidos no dia 7. Nos quatro dias de trabalho no CT Joaquim Grava, os atletas devem fazer exames médicos com poucas atividades com bola.

O campeão brasileiro entra em campo no dia 10, contra o PSV Eindhoven. Três dias depois, a equipe do técnico Fábio Carille mede forças com o Glasgow Rangers, da Escócia. Ou seja, o time deve fazer apenas três treinos nos Estados Unidos, sendo que um será regenerativo.

O retorno ao Brasil está marcado para o dia 13. No dia seguinte, os jogadores terão folga e, assim, irão retornar às atividades no CT somente no dia 15, a dois dias da partida contra a Ponte.

Até o fim de janeiro, o Corinthians fará mais três jogos pelo Campeonato Paulista, diante de São Caetano (dia 20), Ferroviária (dia 23) e São Paulo (dia 27). Só então os jogadores terão uma semana sem compromissos, pois o quinto duelo do estadual será disputado no dia 3 de fevereiro, contra o Novorizontino. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos