Jael fica sem contrato com o Grêmio e permanência segue distante

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • AP Photo/Hassan Ammar

    Jael tinha contrato até 31 de dezembro e ainda não renovou com o Grêmio

    Jael tinha contrato até 31 de dezembro e ainda não renovou com o Grêmio

Jael, 29 anos, não é mais jogador do Grêmio, mas poderá voltar a ser. Reserva imediato na reta final da última temporada, o centroavante viu o contrato expirar e ainda não chegou a um acordo com o Tricolor para assinar novo vínculo. A permanência é cada vez mais improvável, já que clube e o estafe do jogador estão distantes de acerto salarial.

Jael chegou ao Grêmio em janeiro e assinou até 31 de dezembro. Antes da virada do ano, a direção fez uma oferta para renovar contrato por mais um ano. Ouviu que a proposta não agradava e recebeu uma contraproposta. Desde então não houve avanço.

Internamente, Jael tem bom cartaz. Mesmo sem ter marcado gols, o jogador é visto como uma peça útil pelo estilo de jogo. A permanência, contudo, só será viável se a oferta salarial do Grêmio for aceita. Há vozes no clube que não veem mais chance para o acordo.

Pessoas ligadas ao departamento de futebol do Tricolor, entretanto, mantém uma porta aberta para reviravolta no cenário atual. O cenário para essa mudança seria 'sim' imediato do próprio jogador, de férias no interior do Mato Grosso.

Jael assinou com o Grêmio por indicação de Renato Gaúcho. À época o Tricolor havia sofrido com três negócios frustrados para reforçar o ataque e apostou no ex-jogador do Joinville. Livre no mercado, teve custo considerado baixo. Ainda na arrancada de 2017, ele rompeu ligamentos do joelho e ficou quase oito meses parado. Na volta, ganhou pontos por atuações cheias de empenho e no Mundial de Clubes chegou a ser pedido pela torcida no time titular, substituindo Lucas Barrios.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos