Saiba quem são as promessas do seu time na Copinha, que começa nesta terça

Do UOL, em São Paulo

  • Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

    Copa São Paulo de Juniores vai até 25 de janeiro; Corinthians é o atual campeão

    Copa São Paulo de Juniores vai até 25 de janeiro; Corinthians é o atual campeão

Maior torneio de categorias de base do mundo e o mais importante disputado no Brasil, a Copa São Paulo de Futebol Júnior começa nesta terça-feira, com 128 clubes divididos em 32 grupos e mais de 3 mil jovens jogadores tentando seguir os passos de outras revelações históricas do torneio ao longo de 48 anos, como Falcão, Raí, Dener, Kaká, Neymar e Gabriel Jesus.

Algumas destas novas promessas já são conhecidas e bem avaliadas dentro de seus clubes. Por isso, o UOL Esporte preparou um levantamento das principais apostas de 12 importantes clubes da elite do futebol brasileiro para a competição de base. Confira abaixo!

ATLÉTICO-MG

Reprodução/Instagram
Welinton, atacante do sub-20 do Atlético-MG

O Galo terá um time jovem na disputa da Copa São Paulo em 2018, porque diversos garotos da base já serão aproveitados no profissional, como Nathan, César, Cícero e Marco Túlio. O grande nome da geração é o meia Daniel Penha, mas ele rompeu o ligamento no joelho esquerdo no último sábado e foi cortado da competição. Entre os jogadores que estarão na competição o destaque é o atacante Welinton. O garoto ficou marcado pelo gol contra o Vasco na Copa do Brasil sub-20 de 2017, que definiu a vitória por 3 a 2 aos 48 minutos do segundo tempo.

BOTAFOGO

Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Wenderson, meio-campista da base do Botafogo

No Botafogo, a principal esperança não é nenhuma novidade. O apoiador Wenderson já fez parte do grupo profissional por vários meses e chegou até mesmo a estrear com o técnico Jair Ventura na vaga de Bruno Silva, jogando aberto. Ele, porém, atua por dentro e é considerado uma das grandes joias do Botafogo para a Copinha.

CORINTHIANS

Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Fabrício Oya, meio-campista da base do Corinthians

Atual campeão da Copa São Paulo e principal vencedor da história do torneio com dez taças, o Corinthians tem como destaque o meia Fabrício Oya. Descendente de japoneses, o jogador era um dos mais jovens na conquista de 2017, quando foi titular e camisa 10. Meia de origem, ele atuou como volante ao longo da última temporada e se espera que possa ser protagonista na Copinha deste ano.

CRUZEIRO

Divulgação/Cruzeiro
Vitinho, lateral-direito e ponta da base do Cruzeiro

Os principais destaques da Raposa para a Copinha deste ano são Vitinho, lateral, e Vander, volante. O primeiro joga na defesa pelo lado direito, mas como tem qualidade reconhecida costuma jogar mais avançado, como ponta. Já Vander é um volante com boa chegada na área e que faz muitos gols. Ele ganhou destaque especialmente no cenário estadual por marcar várias vezes contra o rival Atlético-MG em jogos da base.

FLAMENGO

Divulgação/Flamengo
Patrick, atacante da base do Flamengo

O time que já lançou Vinícius Júnior e Lincon nos profissionais agora tem o atacante Patrick como aposta. O jogador brilhou na Copa São Paulo do ano passado, com apenas 17 anos, quando virou espécie de talismã que mudava as partidas entrando do banco de reservas. Em 2018, mais maduro, será titular e é a esperança do Flamengo na competição.

FLUMINENSE

Lucas Merçon/Fluminense
Caio, volante da base do Fluminense

Clube que mais revelou jogadores para a Série A do Campeonato Brasileiro em 2017, o Flu tem no volante Caio uma de suas maiores esperanças para a Copa São Paulo deste ano. O time sub-20 não viveu seus melhores momentos na temporada passada, mas o reforço do jogador vindo do Londrina aumentou a consistência e a qualidade na saída de bola do meio-campo e melhorou o nível da equipe. Dudu também está entre as esperanças para 2018.

GRÊMIO

Reprodução/Instagram
Victor Bobsin, volante da base do Grêmio

Com passagens pela seleção brasileira nas categorias de base, o volante Victor Bobsin tem ótimo cartaz dentro do clube e no mercado, tanto é que já foi observado por clubes internacionais e hoje é uma das apostas gremistas para a Copinha. Outros jogadores estão na mesma, como o zagueiro Emanuel, o atacante Tetê e o meia-atacante Martín Chaves, que chegou ao Grêmio do Peñarol (URU) no ano passado e recentemente renovou empréstimo até dezembro de 2018. Técnico e com muito potencial, Chaves é tratado como joia a ser lapidada.

INTERNACIONAL

Reprodução/Instagram
Richard, atacante da base do Internacional

A principal aposta do Internacional para a Copinha deste ano é o atacante Richard, que terminou 2017 em alta. Ele foi o artilheiro da Copa Ipiranga, em dezembro, mostrando boa capacidade de finalização mesmo atuando como ponta na maior parte do tempo. O meia Vinicius Tsumita, que foi destaque da última edição da Copa São Paulo pela Portuguesa e contratado logo após a competição, também é uma das apostas.

PALMEIRAS

Cesar Greco/Divulgação
Léo Passos, meia da base do Palmeiras

No Palmeiras, que busca seu primeiro título da Copa São Paulo, a esperança é Léo Passos. Meia-atacante de chegada, foi o artilheiro do sub-20 palmeirense no título paulista do ano passado e é uma das principais promessas da base. Finaliza bem com os dois pés e com a cabeça, e tem muita mobilidade para aparecer desmarcado na área adversária. Chegou a ser inscrito com a camisa 10 na Libertadores de 2017 após a lesão de Moisés e já foi relacionado para jogos do time principal, mas ainda não estreou.

SANTOS 

Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Divulgação
Guilherme Nunes, volante da base do Santos

Entre os principais clubes reveladores do futebol nacional, o Peixe vai à Copinha com três principais candidatos a protagonistas: Guilherme Nunes, volante de 19 anos que se destaca pelo bom passe, recomposição e desarmes, Gabriel Calabres, meia que chama atenção pelo controle de bola e entrada na área que já foi aproveitado pelo Santos B e até cotado para o elenco profissional e, por último, Alexandre Tam, atacante de beirada de 18 anos que se destaca também pela boa finalização.

SÃO PAULO

Rubens Chiri/Divulgação
Igor Gomes, meia da base do São Paulo

Dono de uma trajetória recheada por conquistas recentes, o sub-20 do São Paulo tem como principal destaque para a Copinha o meia Igor Gomes, camisa 10 que chegou a treinar com o elenco profissional no fim do ano passado e até foi relacionado pelo técnico Dorival Júnior. Destro, o meia é comparado ao ídolo Kaká pela aparência física e também pelas arrancadas com a bola no pé. Ele está no Tricolor desde 2009 e tem 18 anos.

VASCO

Carlos Gregório Júnior/Divulgação
Hugo Borges, atacante da base do Vasco

No Cruz-maltino, a grande esperança de gols é o atacante Hugo Borges. Ele está marcado na história do clube pela grande quantidade de gols marcados nas categorias de base, oscilou bastante na última temporada, mas tem potencial enorme de acordo com avaliações internas e pode desequilibrar em 2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos