Após lesão de Walker, Guardiola diz que calendário está "matando jogadores"

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters/Jason Cairnduff

    Pep Guardiola acredita que as entidades precisam rever o calendário do futebol inglês

    Pep Guardiola acredita que as entidades precisam rever o calendário do futebol inglês

O técnico Pep Guardiola não está satisfeito com o calendário. Para o comandante do Manchester City, os poucos dias de folga (principalmente durante as festas de final de ano) estão "matando" os jogadores. Um dos exemplos, segundo o treinador, é de Kyle Walker.

"Ele pode ter um pequeno problema. O que todos viram nas últimas semanas é a quantidade de lesões que os jogadores têm. Nós vamos matar eles. Os chefes precisam refletir. Não é normal jogar no dia 31 e dois dias depois", declarou Guardiola.

"Eu sei que o show deve continuar, mas isso não é normal. É preciso controlar. Eles não protegem os jogadores. Aqui na Inglaterra, os jogadores não são protegidos. É preciso ter qualidade e não quantidade", acrescentou o técnico do City.

O Campeonato Inglês não para nas festividades de final de ano. Tiveram quatro rodadas entre o dia 23 de dezembro e 2 de janeiro. No mesmo período, o Espanhol entrou em recesso desde o dia 24 de dezembro, e o Francês desde o dia 22.

Além do Inglês, o Italiano teve rodada entre Natal e Ano Novo. Mas com menos intensidade, já que tiveram jogos antes até o dia 23 de dezembro e na rodada seguinte as partidas ocorreram até 30 de dezembro.

O brasileiro Gabriel Jesus é outro na lista de lesionados do Manchester City. O atacante ficará fora de combate de quatro a seis semanas, por um problema no ligamento colateral medial.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos