Edilson se despede do Grêmio após acerto com Cruzeiro: "Dever cumprido"

Do UOL, em Porto Alegre

  • AFP PHOTO / Rodrigo BUENDIA

    Lateral direito fechou com o Cruzeiro e esperava acerto do time mineiro com o Grêmio

    Lateral direito fechou com o Cruzeiro e esperava acerto do time mineiro com o Grêmio

Edilson disse adeus ao Grêmio, na manhã desta quarta-feira (3), pelo Instagram. Acertado com o Cruzeiro, em negócio que envolve Alisson, o lateral direito postou uma mensagem onde agradece a segunda passagem pelo Tricolor e exalta os feitos obtidos em 2016 e 2017. Nas palavras do jogador, a saída de Porto Alegre é com "sentimento de dever cumprido".

Aos 31 anos, o lateral direito troca o Grêmio pelo Cruzeiro com salário dobrado e contrato de três temporadas. A saída gerou negociação de três semanas entre os clubes.

"Geralmente despedidas são tristes e no futebol muitas vezes não é possível fazer isto da melhor maneira. Por isso esta minha mensagem ao Grêmio é carregada de gratidão, pleno sentimento de dever cumprido e alegria. Gratidão por todos no clube, desde a diretoria, comissão técnica, companheiros e todo estaff (sic). Todo o trabalho desenvolvido por todas estas partes me possibilitou chegar no melhor momento de minha carreira. Sempre buscamos fazer o máximo nos treinos e em campo. No Grêmio não foi diferente e os títulos conquistados ajudaram ainda mais a termos a excelente sensação de dever cumprido. E como eu disse no começo, como não se trata de uma mensagem triste de despedida, preciso exaltar a alegria que foi vestir essa camisa do Grêmio nestes dois últimos anos. A alegria de podermos proporcionar ao torcedor os títulos, principalmente o tão sonhado tricampeonato da América. A alegria de entrar em campo ao som da Geral e com o apoio desta torcida maravilhosa. Parto para novos desafios. Ao Grêmio meu MUITO OBRIGADO por tudo que passamos juntos. Imortal define esse grande clube e a partir de agora também define o meu sentimento por ele. Feliz 2018 para todos nós!", escreveu Edilson.

A mensagem foi acompanhada de fotos do lateral direito com a camisa do Grêmio. Imagens do título da Copa do Brasil, em 2016, e da conquista da Libertadores, no ano passado. Além de registro da festa no retorno a Porto Alegre, depois da vitória contra o Lanús-ARG e até recordação do Gauchão 2010, título conquistado na primeira passagem.

O adeus de Edilson deve ser o penúltimo capítulo no negócio. Um dia antes, o elenco se despediu do jogador também pelas redes sociais. E horas depois o Cruzeiro confirmou, oficialmente, o acordo com o Grêmio. O clube gaúcho, no entanto, ainda não fez o anúncio. O informe é aguardado ainda para esta quarta-feira.

Edilson voltou ao Grêmio na metade de 2016, após ser liberado pelo Corinthians. Rapidamente se tornou líder do vestiário e titular absoluto do time então dirigido por Roger Machado. Ele tinha vínculo até maio de 2019 e por isso o Cruzeiro precisou negociar liberação junto ao Tricolor. Para liberar o camisa 2, o clube gaúcho pediu compensação financeira de cerca de R$ 4 milhões e mais jogadores. Primeiro tentou De Arrascaeta e Raniel, mas não conseguiu. Chegou a acertar a vinda de Sassá, por empréstimo, mas recuou. E por fim, escolheu o nome de Alisson para assinar em definitivo. O meia-atacante, de 24 anos, assinará vínculo de quatro temporadas na Arena.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos