Único setor sem reforços, ataque do Palmeiras abre espaço para promessas

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • Londrina/Divulgação

    Artur fez ótima Série B emprestado ao Londrina, com oito gols e 11 assistências

    Artur fez ótima Série B emprestado ao Londrina, com oito gols e 11 assistências

O Palmeiras foi ao mercado para trazer reforços pontuais em todas as áreas de seu elenco para 2018, mas um setor em especial não teve contratações. O ataque, ponto forte da equipe na temporada passada, será composto de jogadores que já estavam no clube e, com a saída de dois atletas por empréstimo, abrirá espaço para que promessas da base ganhem destaque ao longo do ano.

Sem Róger Guedes e Erik, que foram emprestados ao Atlético-MG, o Palmeiras aposta principalmente no jovem Artur para disputar posição do lado do ataque. O atacante, que completa 20 anos em fevereiro, vem de ótima temporada na Série B com a camisa do Londrina, com oito gols e 11 assistências. Canhoto e driblador, o jogador é valorizado internamente e gosta de atuar pela ponta direita.

Artur deve iniciar o ano como uma das alternativas à função de atacante pelos lados no elenco palmeirense, que tem Dudu, Keno e Willian como opções principais. Outros atletas que podem atuar pela beirada são os meias Allione, que volta de empréstimo do Bahia, e Michel Bastos.

Além de Artur, que está integrado ao elenco profissional e se apresenta nesta quarta (3) na Academia de Futebol, garotos que disputam a Copa São Paulo também deverão receber oportunidades – especialmente no Campeonato Paulista, que não tem limite para inscrição de jogadores formados na base. O nome mais falado é o de Fernando, atacante que atua pelo lado esquerdo. Outros jovens em quem o clube deposita expectativas são Yan e Léo Passos, que prefere atuar mais centralizado.

Já para a posição de centroavante, o Palmeiras seguirá com os mesmos nomes de 2017. Borja e Deyverson, que foram trazidos após altos investimentos, têm característica mais fixa, enquanto Willian pode atuar como um camisa 9 mais móvel.

No ano passado, o Palmeiras teve o melhor ataque do Campeonato Brasileiro, com 61 gols. Destes, 37 gols (60,6%) foram marcados por atacantes que seguem no clube: Dudu fez nove, Keno fez oito, Willian e Deyverson marcaram sete cada um, e Borja contribuiu com seis bolas na rede.

Já para as outras posições do elenco, o Palmeiras se reforçou no mercado. As contratações para 2018 são o goleiro Weverton (que veio do Atlético-PR), os laterais Marcos Rocha (Atlético-MG) e Diogo Barbosa (Cruzeiro), o zagueiro Emerson Santos (Botafogo) e o meia Lucas Lima (Santos).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos