Alheio à multa com o Atlético-MG, Fred pede perdão a Mano no Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

O que poderia incomodar Fred de alguma forma é tratado com muita tranquilidade. O atacante não demonstra preocupação com a multa de R$ 10 milhões imposta em sua rescisão com o Atlético-MG e tampouco com o problema que teve com Mano em passagem pela seleção brasileira.

O Cruzeiro assumiu a questão referente à dívida com o ex-clube. O centroavante, portanto, garante que está alheio à situação:

"Foi algo para impedir minha vinda para cá. Mas entramos em acordo com o Itair [Machado, vice de futebol], Wagner [Pires de Sá, presidente] e todo mundo. Entramos em acordo com a parte jurídica que me representa e está tudo resolvido", declarou.

O departamento jurídico da Raposa ainda estuda a necessidade de pagamento do valor. O caso está entregue ao diretor Fabiano Oliveira Costa. O UOL Esporte tentou contato com o dirigente, mas não obteve resposta.

Sobre a declaração contrária ao trabalho de Mano Menezes com as cores da seleção brasileira, Fred pede perdão ao treinador e reconhece o erro pelo fato:

"Se não tivesse o aval dele, não estaria aqui. Isso comprova que eu estava errado naquela época. O processo de maturidade vem ao longo dos anos. Por trás de uma pessoa que fere, existe uma pessoa ferida. Dei aquela declaração porque era mais explosivo. Hoje tenho aprendizado. Hoje o trato é completamente diferente. Nunca tive problema com ninguém, nem com o Mano. Já conversamos. São águas passadas. Quero pedir perdão a ele também, pois às vezes ferimos alguém. Somos pessoas públicas, e temos o dever de reconhecer nossos erros. Agora estamos juntos e vamos dar a vida para o bem do Cruzeiro", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos