Ex-Botafogo se emociona em chegada ao Palmeiras: "Não estou acostumado"

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

O zagueiro Emerson Santos precisou interromper suas respostas duas vezes durante sua coletiva de apresentação no Palmeiras, na Academia de Futebol. Meio envergonhado, meio emocionado, o jogador de 22 anos, que veio do Botafogo, disse que não está acostumado a falar para tantos jornalistas - a sala de imprensa do CT alviverde estava cheia nesta quinta-feira (4).

"Queria agradecer, porque desde o momento em que cheguei aqui fui bem recebido pela torcida. Pode ter certeza de que dentro de campo vou dar meu melhor sempre", disse o atleta, antes de parar de falar e levar a mão ao rosto. "Desculpa, é que no Rio não estava acostumado com coletivas assim".

Pouco depois, ao ser perguntado sobre suas principais características, Emerson voltou a se interromper. "Gosto de jogar com a bola no pé, de marcar, bater falta. É um dos principais trunfos que tenho", afirmou, travando de novo logo em seguida. "Tenho que trabalhar bastante, assim sei que vou me aperfeiçoar mais", completou, dizendo também que preferia estar jogando contra Fred, tido por ele como o atacante mais difícil de marcar, do que dando entrevista.

Emerson teve um 2016 difícil no Botafogo. Em conflito com a diretoria pela não renovação de seu contrato, ele passou os primeiros meses sem jogar e nem foi inscrito no Campeonato Carioca. Retornou ao time no meio do ano, mas voltou a ser afastado na época em que assinou pré-contrato com o Palmeiras. Seu último jogo foi em agosto, contra a Ponte Preta, pelo Brasileirão.

Apesar do histórico, o zagueiro só falou bem do antigo clube. "Quero agradecer ao Botafogo, tive momentos maravilhosos lá. Se não fosse pelo Botafogo não estaria aqui", disse ele, que disse também ter se deslumbrado com a torcida palmeirense.

"Quando eu joguei no estádio [Allianz Parque] e vi a torcida, eu me impressionei muito. Pela forma de empurrar o time, de colocar o time para frente, esse fator me chamou muito a atenção. E quando o Palmeiras fez a proposta para mim, não pensei duas vezes. Foi o fator que pesou mais para mim na minha decisão", afirmou.

Com Emerson Santos, o Palmeiras tem oito zagueiros no elenco. Esse número, porém, deve diminuir nos próximos dias: Thiago Martins interessa ao Bahia, e o Barcelona está disposto a pagar mais para levar Mina já em janeiro. O time espanhol tem preferência de compra sobre o colombiano, mas o acordo atual prevê que ele seja exercido apenas em julho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos