Fora dos planos, Anderson terá reunião com Inter para debater rescisão

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Alexandre Lops/Divulgação Inter

    Meia tem contrato com o Inter até janeiro de 2019 e não quer abrir mão de valores

    Meia tem contrato com o Inter até janeiro de 2019 e não quer abrir mão de valores

Internacional e Anderson vão se reunir nos próximos dias para debater o futuro. De volta após empréstimo para o Coritiba, o meia está fora dos planos do Colorado e tem contrato até janeiro de 2019. A ideia da direção é propor uma rescisão amigável. O atleta quer ouvir a oferta, mas não pretende abrir mão os valores que tem direito até o término do vínculo.

A reapresentação de Anderson está marcada para 8 de janeiro. O encontro com os dirigentes será antes dessa data para ajudar a definir a programação. O meia pretende chegar a Porto Alegre antes do fim de semana para propor a reunião o quanto antes.

Se houver acordo para rescisão, Anderson sequer veste a roupa de treino do Inter outra vez. Se for preciso negociação mais longa, o meia farda e passa a encarar rotina especial de treinos, longe do elenco principal que realiza pré-temporada e se prepara para disputa do Gauchão.

Internamente, os dirigentes chegaram a cogitar o envio do jogador ao CT de Alvorada, onde fica a estrutura completa das categorias de base. O local já abrigou outros atletas que estavam encostados na história recente do Inter. Com Anderson, isso pode não ocorrer.

Ex-jogador de Grêmio, Porto e Manchester United, Anderson tem um contrato grande, com vencimento na casa dos R$ 500 mil, sendo parte importante do valor na carteira de trabalho. Esses termos aumentam os custos ao clube, pelo recolhimento de benefícios, e aumentam os riscos trabalhistas em caso de litígio. Hoje, as partes ainda não estão nesse estágio.

O salário pesado tem sido um dos empecilhos na busca por negócios. Desde dezembro, o Inter tem tentado encontrar um clube para ceder o jogador novamente. Até agora, não obteve resposta positiva.

Contratado em 2015, Anderson rescindiu com o United para assinar por quatro temporadas com o Internacional. À época a chegada dele foi tratada como de impacto. No campo, o desempenho passou longe do planejado por ambos. No início de 2017 ele recebeu oferta do Coritiba e só aceitou o empréstimo depois de reunião para tratar de uma dívida do Colorado. O receito era de que os créditos fossem relegados a uma fila de compromissos em aberto, pela ausência do jogador no estádio Beira-Rio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos