Aniversariante do dia, Scarpa obriga Flu a fazer buscas por possível ação

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Lucas Merçon/Fluminense

    Scarpa segue sumido no Flu; clube vasculha sistema judicial atrás de processos

    Scarpa segue sumido no Flu; clube vasculha sistema judicial atrás de processos

No dia em que completa 24 anos de idade, Gustavo Scarpa poderá até fazer um pedido por um novo clube, mas não receberá nenhum presente do Fluminense, seu atual empregador.

Preocupado com um "bolo" do aniversariante do dia, a ordem no Fluminense é não ser surpreendido pelo dono da festa. Com receio de que o camisa 10 mova uma ação trabalhista contra o clube, os advogados tricolores fizeram uma força-tarefa para tentar encontrar algo que já estivesse tramitando no âmbito trabalhista, mas nada foi encontrado. O Flu espera quitar tudo até o fim de janeiro, mas acumula dívidas com todo o grupo.

Ciente de que tem contas abertas com seus funcionários, o departamento jurídico do clube se arma para não ter uma surpresa desagradável que estrague a festa.

Ainda que a presença do jogador no terceiro dia de trabalho do clube seja improvável, a postura silenciosa do meia ainda dá alguma esperança aos tricolores, que querem um de seus principais jogadores na Flórida Cup, torneio que marca a pré-temporada tricolor. 

Joga contra o clube o fato de o Poder Judiciário ainda estar de recesso que seguirá até a próxima segunda-feira. Quando acabar o esquema vigente de plantões, cresce a chance de uma possível liminar ser acolhida.

Enquanto Scarpa segue em silêncio, o Fluminense tenta manter a normalidade e diz que conta com o retorno do jogador, cujo contrato foi renovado até 2020. Conforme o UOL Esporte revelou, o clube tem salários, férias e décimo terceiro ainda em aberto.

"Ele é inteligente e tem ótimo nível intelectual. Gratidão é importante para qualquer ser humano. Ele foi valorizado no clube, tudo tem mão e contramão. A gente fala muito de direitos e fala pouco de deveres", disse Paulo Autuori, diretor esportivo do Flu, que revelou desconhecer o paradeiro do meia.

Com o meia assediado por Palmeiras e Corinthians, o Tricolor entende que o jogador e seus representantes poderão construir um cenário que torne a permanência de Scarpa insustentável no clube, o que abriria caminho para uma negociação com outro grande.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos