Presidente da Libéria, Weah chama técnico do Arsenal para acompanhar posse

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / Zoom DOSSO

    O ex-jogador George Weah foi eleito presidente da Libéria

    O ex-jogador George Weah foi eleito presidente da Libéria

Arsene Wenger, treinador do Arsenal, revelou nesta sexta-feira (5) ter sido convidado para a cerimônia de posse do ex-jogador George Weah, eleito o novo presidente da Libéria. O ritual ocorrerá no dia 22 de janeiro, na cidade de Monróvia. Eles trabalharam juntos no Monaco, entre 1988 e 1992.

Wenger condicionou sua presença no evento aos compromissos em campo com o time de Londres, mas nesta sexta ele foi suspenso por três partidas do Campeonato Inglês por comentários pejorativos contra árbitros. Desta forma, ele teria disponibilidade para comparecer.

O treinador aproveitou o assunto para elogiar Weah, único africano a ser eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa, em 1995, quando atuava pelo Milan.

"A vida desse cara é um filme real. É inacreditável. Daria um ótimo filme", destacou Wenger. "Eu me lembro de quando o vi pela primeira vez em Mônaco, um pouco perdido, sem conhecer ninguém, sem ser avaliado por ninguém, se tornando o melhor do mundo e hoje virando o presidente do país. Estive com George no período em que houve guerra na Libéria e vi o quanto ele sofreu", completou.

"Desejo que ele tenha uma feliz presidência e gostaria de dizer que esse cara é um exemplo para todos que jogam futebol hoje", finalizou o treinador do Arsenal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos