Arábia Saudita autoriza entrada inédita de mulheres em estádios

Do UOL, em São Paulo

  • AFP

    Em setembro, a Arábia Saudita autorizou, pela primeira vez, mulheres a participarem da celebração de um feriado nacional em um estádio

    Em setembro, a Arábia Saudita autorizou, pela primeira vez, mulheres a participarem da celebração de um feriado nacional em um estádio

A Arábia Saudita emitiu um comunicado nesta segunda-feira (8) permitindo que mulheres acompanhem partidas de futebol. A liberação terá início nesta sexta-feira (12), quando Al-Ahli e Al Baten se enfrentarão pelo Campeonato Saudita, na cidade de Riade.

A liberação saudita acontece após pressão da Fifa e será feita de maneira gradativa. Após a partida em Riade, uma na cidade de Jidá e outra em Damman contarão com a presença de mulheres nas arquibancadas.

Apesar de permitir a presença de mulheres no estádio, o país árabe ressalta a obrigação do uso da burca – vestimenta que cobre todo o corpo – no local.

As mulheres foram liberadas para entrar em um estádio de futebol pela primeira vez em setembro de 2017. O motivo da ocasião era o dia nacional da Arábia Saudita, e não foi disputada nenhuma partida.

De acordo com o jornal "Arab News", a liberação para acompanhar futebol não é a única que será dada pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman. A expectativa é que as mulheres possam dirigir no país a partir de junho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos