Grêmio define saída de responsável por departamento de futebol

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

    Odorico Roman (e), vice de futebol do Grêmio, deixa o cargo no clube

    Odorico Roman (e), vice de futebol do Grêmio, deixa o cargo no clube

Através de uma nota oficial no site do clube, o Grêmio informou a saída do vice de futebol Odorico Roman. Até que um novo vice de futebol seja escolhido ele irá cumprir as funções no departamento. 

Odorico assumiu o futebol do Grêmio no fim de dezembro de 2016. Sob comando dele na pasta mais importante do clube, o Tricolor conquistou a Libertadores deste ano. Ele fazia parte do Conselho de Administração quando da conquista da Copa do Brasil de 2016. 

"Eu combinei com o presidente de responder até que haja um novo, não sei quanto tempo vai demorar e vou continuar respondendo pelo departamento. Quero agradecer a todos, o presidente, o Dr Preis que me levou para o futebol, o presidente Romildo, todos os Conselhos de Administração que trabalhei", disse à Rádio Gaúcha. "Quero agradecer a torcida do Grêmio. Nunca recebi tantas manifestações de solidariedade quanto na ocasião do áudio do Edílson. A torcida do Grêmio tem que saber que sou muito grato. Eu era uma pessoa desconhecida, a torcida identificou em mim alguém que se preocupa com Grêmio e é isso mesmo", completou. 

Recentemente, Odorico foi personagem na polêmica saída de Edílson do clube. Um áudio vazado do lateral direito disparava contra o dirigente. Curiosamente, na manhã deste sábado ele ainda tratava de todas as questões do futebol tricolor e participou da apresentação do zagueiro Paulo Miranda e do meia Thaciano. 

"Um áudio de uma pessoa que não vai afetar um dirigente que trabalha no clube com entrega total, com dedicação, não afeta de forma alguma. Só o que faltava um áudio daqueles afetar alguém que sempre recebeu respaldo e palavras de apoio", explicou. "Aparentemente sou uma pessoa fria, mas não sou. É um momento marcante, emocionante, esta coisa está aflorando assim. É uma mistura de alegria, de ter podido trabalhar pelo Grêmio e de tristeza por não poder continuar", completou. 

Odorico alegou razões particulares e explicou que já tinha um acerto com o mandatário gremista Romildo Bolzan Júnior para sair. Junto a ele também deixa o cargo o diretor de futebol Saul Berdichevski. 

Confira a nota oficial do Grêmio: 

O Grêmio comunica aos seus torcedores a saída de Odorico Roman do cargo de vice-presidente de futebol. A decisão, comunicada previamente ao Conselho de Administração, é de caráter exclusivamente pessoal e não tem relação com os procedimentos do Departamento de Futebol.

Até a nomeação de outro vice-presidente de futebol, Odorico Roman seguirá exercendo as funções inerentes ao cargo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos