Pastore fala em "assuntos pessoais" ao se reapresentar com 5 dias de atraso

Do UOL, em São Paulo

  • BENOIT TESSIER/REUTERS

O técnico Unai Emery finalmente terá o elenco completo do Paris Saint-Germain à sua disposição. O argentino Javier Pastore se reaprentou ao clube para os treinamentos apenas nesta segunda-feira (8), cinco dias depois da data estipulada pela diretoria parisiense.

Na atividade, que foi registrada pela conta oficial do Twitter do clube, Pastore fez trabalhos físicos separado de seus companheiros. "Trabalho individual para Javier Pastore nesta tarde de segunda-feira no Centro de Treinamento de Ooredoo", escreveu o PSG na legenda da imagem.

Antes de voltar aos trabalhos em Paris, o meia havia justificado sua ausência. "Adoro Paris, amo o PSG e nunca faria nada contra o clube. É como se fosse minha família. Precisava resolver assuntos pessoais", declarou Pastore ao site Yahoo Sport.

Pastore não foi o único atleta do PSG a se reapresentar atrasado. Edinson Cavani só treinou com os seus companheiros a partir da última sexta-feira (5), dois dias antes do combinado. O uruguaio sequer ficou no banco na goleada do PSG por 6 a 1 contra o Rennes, que ocorreu no último domingo (7) pela Copa da França.

Segundo a imprensa francesa, Pastore gostaria de deixar a equipe francesa para jogar por mais minutos e ter a oportunidade de atuar pela Argentina na Copa do Mundo. Em dezembro do ano passado, o próprio meia afirmou que houve conversas com a Inter de Milão.

"Houve contato com a Inter, mas não há acordo ainda. Trata-se de uma proposta. A Inter é um clube que eu gosto muito e, se eu tiver que deixar o PSG, gostaria de voltar à Itália", disse.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos