Vila Nova admite interesse e se reúne com Walter para 'conversa amigável'

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

  • RODRIGO GAZZANEL/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Walter já defendeu dois dos principais clubes de GO: Atlético e Goiás

    Walter já defendeu dois dos principais clubes de GO: Atlético e Goiás

O Vila Nova faz no fim da tarde desta terça-feira (9) uma 'reunião amigável' com o atacante Walter, jogador que pertence ao Porto e recentemente teve contrato de empréstimo com o Atlético-GO encerrado. O presidente Ecival Martins não esconde que pretende contar com o atleta na temporada 2018. Porém, alerta que, para que a negociação avance, Walter precisa se adequar à realidade financeira do clube, que hoje disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

"Nós vamos conversar, mas não é para definir. É uma conversa amistosa, até porque eu tenho um bom relacionamento com ele, então em momento algum a gente tratou de contratação até porque a nossa realidade financeira é muito distante daquilo que é o salário dele. É só uma conversa amigável. Não tem nada de oficial, de proposta, até porque isso tem que ser feito via empresário, e ele pertence ao Porto, então é muito mais uma coisa informal. Eu tenho uma amizade, um carinho muito grande com ele", diz Ecival em entrevista ao UOL Esporte.

De acordo com o presidente, Walter precisaria abrir mão de 'muita coisa' para chegar a um acordo com o Vila Nova. Além disse, teria de estar comprometido para manter o peso ideal que o permita atuar em boas condições.

"Vamos ver o que ele está pensando. O Vila não tem condição de entrar em negociação tomando como base aquilo que foi o salário dele no Atlético-GO, no Goiás, é fora de cogitação para gente. Não sei o que o atleta está pensando. Vamos conversar e ver. Eu sou muito pé no chão. Está muito longe. Hoje eu falo para você que é uma situação em que o atleta teria que abrir mão de muita coisa e eu não sei até que ponto ele estaria... E entendo que, apesar do condicionamento físico dele, ele ainda tem muito mercado pela condição técnica", disse.

"É um jogador que tem a cara do nosso torcedor. Ele gosta da nossa torcida. Mas tudo ainda está no campo da especulação. A gente precisaria ver essa questão do condicionamento físico, para ele poder estar em condições de jogar, porque mesmo que ele se encaixa nas condições financeiras, o Vila é um clube que não tem condições de investir se não tiver retorno. Preciso ver até que ponto ele está disposto a se comprometer, a se sacrificar, para poder buscar o peso ideal e estar em condições atléticas de atuar", completa o mandatário alvirrubro.

Walter vem de uma temporada discreta pelo Atlético-GO. Foram 25 jogos em 2017 e apenas cinco gols marcados. Ele ainda pertence ao Porto-POR, clube com o qual tem contrato até o fim de 2019.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos