Neymar decide, e PSG vence jogo com goleiro expulso e árbitro de vídeo

Do UOL, em São Paulo

Em uma partida sem Cavani e Pastore, o Paris Saint-Germain se garantiu com Neymar e avançou à semifinal da Copa da Liga Francesa. Nesta quarta-feira (10), o time de Unai Emery venceu o Amiens por 2 a 0 com gol do craque brasileiro, que sofreu pênalti e marcou.

Há quem diga que o atacante valorizou a queda quando foi tocado por Monconduit, mas o árbitro apitou a penalidade mesmo assim. Neymar cobrou com categoria, acertou a rede e comemorou de um jeito novo, com a chuteira na cabeça, no dia em que sua estreia na Copa São Paulo completou 10 anos.

Benoit Tessier/Reuters

O camisa 10 do PSG e da seleção brasileira chegou ao seu 20º gol com a camisa do clube, divididos entre 20 partidas e por todas as competições que a equipe disputa. Nesta quarta, chegou a fazer um gesto de silêncio.

Rabiot fez o segundo gol com toque de cabeça, mas a arbitragem não estava 100% segura de que a bola havia ultrapassado a linha. Por isso, o trio pediu o auxílio do árbitro de vídeo, que está disponível na Copa da Liga, antes de validar o gol.

Vermelho em qualquer lugar do mundo

Quando Mbappé recebeu livre e na correria, aos 33 do primeiro tempo, o goleiro Gurtner o atropelou um pouco fora da área e se despediu da partida – como era o último homem entre o atacante e a meta, a expulsão seria inevitável.

Teria sido pênalti se fosse um pouco à frente, mas, para a sorte do Amiens, Mbappé estava totalmente fora da área. Neymar e Di María se posicionaram para cobrar a falta, mas o cruzamento do argentino não levou muito perigo.

Até Neymar sofreu com pancada

Benoit Tessier/Reuters

O cabeceio de Neymar aos 43 do primeiro tempo não deu em nada, mas o brasileiro recebeu uma cotovelada de El Hajjam, na altura das costelas, e caiu com dores um pouco acima da barriga. A equipe médica do PSG o examinou e o craque continuou em campo, mas foi o suficiente para criar minutos de preocupação no lado parisiense.

Nada de Cavani ou Pastore

A dupla foi multada por um atraso de dois dias na reapresentação ao PSG, após o recesso de fim de ano. O técnico Unai Emery não quis falar sobre outras punições aplicadas internamente, mas deixou o uruguaio e o argentino de fora do jogo desta quarta. É difícil dizer se o futebol que vimos seria menos morno com os dois em campo.

Danilo Avelar mal viu a bola

Especulado no Corinthians, o lateral brasileiro também era digno de atenção durante a partida, que não foi transmitida no Brasil. Mas Danilo Avelar sentiu dores na perna aos 10 minutos e foi substituído imediatamente – ainda não há informações sobre a lesão.

FICHA TÉCNICA
AMIENS 0 X 2 PSG

Data e hora: 10 de janeiro de 2018, às 18h05 (de Brasília)
Local: Estádio de la Licorne, em Amiens (França)
Cartões amarelos: Adenón (Amiens); Draxler, Nkunku (PSG)
Cartão vermelho: Gurtner (Amiens)
Gols: Neymar, aos oito minutos do segundo tempo, e Rabiot, aos 33 (PSG)

AMIENS: Gurtner; Hajjam, Adenon, Gouano e Danilo Avelar (Ielsch); Monconduit, Fofana, Gakpé, Kakuta e Manzala (Gope-Fenepej); Konaté (Bouet)
Técnico: Christopher Pélissier

PSG: Trapp; Meunier, Marquinhos, Thiago Silva e Berchiche; Verratti (Dani Alves), Rabiot (Nkunku) e Draxler (Lo Celso); Di María, Mbappé e Neymar
Técnico: Unai Emery

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos