Contrato obriga Palmeiras a comprar mais 25% dos direitos de Diogo Barbosa

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras

    Diogo Barbosa ficará com 50% dos seus direitos ligados ao Palmeiras, e não só 25%

    Diogo Barbosa ficará com 50% dos seus direitos ligados ao Palmeiras, e não só 25%

O Palmeiras vai adquirir 50% dos direitos econômicos de Diogo Barbosa em um contrato de cinco anos. Embora os dirigentes palestrinos tenham divulgado à época que o clube compraria apenas 25%, o contrato selado entre as partes prevê o pagamento por metade do contrato do lateral esquerdo, conforme apurou o UOL Esporte.

Na época que a negociação foi fechada, o Palmeiras falava em pagar 1,5 milhão de euros por 25% dos direitos de Diogo Barbosa, com preferência para adquirir percentual maior no futuro. Na época, o Cruzeiro chegou a indicar que havia perdido a disputa pelo lateral porque o Palmeiras estaria negociando 100% dos direitos. A insinuação irritou os dirigentes alviverdes, que se apressaram a dizer que o percentual correto era 25%. 

A reportagem mostra que, na verdade, o contrato prevê uma fatia de 50% do lateral para o clube paulista. O acordo final foi feito por 3,2 milhões de euros (R$ 12,4 milhões na cotação atual), somando 25% pagos em dezembro e outros 25% divididos em parcelas, a exemplo do que o Alviverde fez para adquirir Weverton de forma antecipada. 

Depois da entrada de 1,5 milhão de euros, a outra metade sairá em dez parcelas, com o primeiro vencimento programado para março. Todo o dinheiro sairá das contas do Palmeiras, e não da Crefisa.

Na época do negócio, os palmeirenses comemoraram o fato de vencer a concorrência do Cruzeiro, mesmo comprando 25% dos direitos, mas as negociações não terminaram da forma divulgada. É importante destacar que o Cruzeiro nem sequer pagou a dívida que tem com o BMG pela aquisição de Diogo Barbosa. Por isso, os R$ 6 milhões correspondentes à primeira parcela podem ser usadas inteiramente para quitar a dívida entre clube e banco.

O restante, que será pago de forma parcelada, estará em nome dos empresários do lateral esquerdo, entre eles Giuliano Bertolucci. Esse acordo foi fundamental para que o Palmeiras conseguisse vencer a concorrência do Ajax, da Holanda, que apresentou uma proposta de última hora pelo atleta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos