Reviravolta em negociação deixa Cícero perto de renovação com Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • REUTERS/Diego Vara

    Cícero festeja gol do Grêmio contra o Lanús no jogo de ida da final da Libertadores

    Cícero festeja gol do Grêmio contra o Lanús no jogo de ida da final da Libertadores

O Grêmio era pessimista. Cícero não tinha respondido nenhum contato ou proposta do clube até o fim da semana passada. Mas o quadro mudou. Uma resposta positiva passada nesta semana deixa o clube perto de ampliar o contrato dele.

O ex-são-paulino ficou sem vínculo com clube algum. Precisará reduzir seu salário para permanecer no Grêmio. Isso porque o Tricolor não pagava os vencimentos de forma integral no ano passado. Agora, será tudo de sua responsabilidade e o valor precisa cair.

Até o início da semana, não havia resposta e o clube já se preparava para saída dele. Mas uma reviravolta com sinalização positiva mudou o quadro.

"Temos uma perspectiva favorável. Achamos que este jogador, pelo contrato pequeno que teve e o que mostrou, agrega muito. É um jogador importante e pode ser muito importante no nosso grupo, pela experiência e a qualidade que tem", disse o presidente Romildo Bolzan Júnior. "O Grêmio quer ficar com ele, e ele disse que pretende ficar no Grêmio. Então vamos encontrar uma forma para isso", completou o mandatário. 

Cícero disputou apenas quatro partidas em 2017 pelo Grêmio. E marcou um gol importante. O da vitória por 1 a 0 no jogo de ida da final contra o Lanús. Com 33 anos, ele acabou ficando fora do Mundial de Clubes por uma imposição legal da Fifa. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos