Antonio Conte pede aumento de acréscimos com utilização do VAR

Do UOL, em São Paulo

  • Ian Kington/AFP

    Antonio Conte dá orientações ao time do Chelsea

    Antonio Conte dá orientações ao time do Chelsea

Chelsea e Arsenal entraram em campo na última quarta-feira (10) em clássico válido pela partida de ida das semifinais Copa da Liga Inglesa. Na partida, que terminou em empate sem gols, o árbitro de vídeo foi utilizado e em geral teve boa avaliação, com uma ressalva do técnico Antonio Conte.

Para o comandante do Chelsea, o tempo em que se leva para a consulta do árbitro de vídeo deveria ser levado em consideração dos acréscimos. A partida teve cinco minutos de tempo extra, mas Conte pensa que deveria ter tido mais.

"Acho que há situações em que temos dúvidas e que realmente é preciso verificar. Mas, ao mesmo tempo, é preciso considerar o tempo extra. Para mim, no uso do VAR, há apenas a decepção com os acréscimos. O médico entrou em campo duas vezes e paramos para verificar o VAR em outros momentos. É preciso mais minutos", ponderou Conte.

O técnico do Chelsea solidificou seu argumento fazendo uma comparação com acontecimentos do futebol italiano. "Na Itália, às vezes, o tempo extra é de sete, oito, nove minutos", contou.

Com a classificação completamente em aberto, a partida de volta será somente no dia 24 de janeiro, no Emirates Stadium, casa do Arsenal. O adversário da decisão da Copa da Liga será conhecido um dia antes, quando o Bristol City tentará reverter a derrota sofrida para o Manchester City no Etihad Stadium.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos