Elenco jovem ajuda São Paulo a "guardar" vagas para reforços no Paulistão

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Érico Leonan/saopaulofc.net

    Dorival Júnior orienta o pupilo Brenner no CT da Barra Funda

    Dorival Júnior orienta o pupilo Brenner no CT da Barra Funda

A edição de 2018 do Campeonato Paulista tem novidades nas regras de inscrição dos atletas. Agora, os clubes podem apresentar duas listas à Federação Paulista de Futebol (FPF), uma ilimitada com garotos nascidos até 1997 e outra, mais restrita, de 25 atletas. Com um elenco jovem, o São Paulo se dá ao luxo de deixar vagas abertas para reforços nessa segunda relação de jogadores.

Entre os mais jovens do grupo comandado por Dorival Júnior, apenas dois não poderão integrar a lista ilimitada destinada à base. Araruna e Júnior Tavares nasceram em 1996 e já entram na conta dos mais velhos. Assim, no momento, a lista restrita conta com 22 nomes, incluindo os recém-chegados Diego Souza e Anderson Martins e o meia Thomaz, que pode sair para o futebol chileno.

Neste momento, então, são três vagas abertas para reforços, sendo que o clube ainda negocia a chegada do meia Gustavo Scarpa, sonha com o lateral-direito Victor Ferraz, do Santos, e com um atacante que atue pelos lados do campo - o nome de Marinho, do Changchui Yatai, é um dos cotados.   

Além dos 22 "veteranos", são 14 atletas nascidos até 1997 participando da pré-temporada com Dorival Júnior. Nessa lista aparecem até jogadores que têm sido titulares nos treinos, como os meias Shaylon e Lucas Fernandes, além do zagueiro Militão, novamente improvisado na lateral direita, e do atacante Brenner.

A flexibilidade apresentada pela FPF para esta edição do Paulistão, marcada para começar na próxima quarta-feira, pode até evitar que atletas fiquem encostados no primeiro semestre. Foi o caso do zagueiro Lyanco e do volante Wellington, que ficaram sem espaço no ano passado quando as inscrições eram limitadas a 28 nomes.

Ainda há, entretanto, reclamações. Em um ano de calendário apertado devido à Copa do Mundo, a comissão técnica do São Paulo crê que o Estadual serviria para rodar o elenco, evitar o desgaste físico e analisar jovens talentos. Mas a FPF permite apenas que quatro jogadores da lista ilimitada da base estejam em campo ao mesmo tempo. 

Por exemplo, se Dorival escalar o time que mais tem treinado até aqui e quiser testar outros garotos promovidos para esta temporada, ele terá obrigatoriamente que tirar Militão, Shaylon, Lucas Fernandes ou Brenner. A formação mais usada pelo técnico por enquanto tem Sidão, Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei, Petros e Shaylon; Lucas Fernandes, Marcos Guilherme e Brenner.

Os 22 jogadores nascidos a partir de 1996:

Goleiros: Sidão (35 anos) e Jean (22)
Laterais: Bruno (32), Reinaldo (28), Edimar (31) e Júnior Tavares (21)
Zagueiros: Arboleda (26), Rodrigo Caio (24), Anderson Martins (30), Bruno Alves (26) e Aderllan (28)
Volantes: Petros (28), Jucilei (29), Araruna (21), Hudson (29) e Gómez (28)
Meias: Thomaz (31), Cueva (26) e Maicosuel (31)
Atacantes: Diego Souza (32), Marcos Guilherme (22) e Morato (25)

Os 14 jogadores nascidos até 1997:

Goleiros:  Lucas Perri (20) e Lucas Paes (20)
Zagueiros: Rony (20) e Militão (19)
Volantes: Pedro Augusto (20) e Paulinho (20)
Meias: Gabriel Sara (18), Shaylon (20) e Lucas Fernandes (20)
Atacantes: Caique (19), Marquinhos Cipriano (18), Paulo Boia (19), Bissoli (20) e Brenner (17)

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos