Iniesta minimiza "concorrência" de Philippe Coutinho: "Um dos melhores"

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Barcelona (Espanha)

  • REUTERS

Com a contratação de Philippe Coutinho, o veterano e ídolo do Barcelona Andrés Iniesta ganhou um concorrente valioso por uma vaga no meio-campo da equipe de Ernesto Valverde. O meia espanhol foi titular na goleada desta quinta-feira (11) sobre o Celta de Vigo, que resultou na classificação do time catalão às quartas de final da Copa do Rei. Após a vitória por 5 a 0, Iniesta foi questionado se sentia ameaçado com a chegada do companheiro que custou 160 milhões de euros.

"Sou jogador do clube, então sempre disse que nesse clube tem que estar os melhores. Por isso creio que ele é um dos melhores. É jovem, é um talento nato e vem para o clube para seguir crescendo", elogiou Iniesta, que desconversou o tema aposentadoria e projetou uma parceria de sucesso com Coutinho.

"Aos 33 anos isso não é a questão. Ele vem a somar e tomara que possamos cumprir nossos objetivos", disse.

Referência dentro do clube, o meia é um dos remanescentes da geração de pratas da casa que colocou o Barcelona no topo do futebol mundial. Diante de uma mudança de perfil do clube, que passou a ser comprador em vez de formador nos últimos anos, Iniesta analisou as qualidades do novo reforço, o mais caro da história do time.

"Ele é um dos melhores jogadores que há em sua posição. Acho que tem um perfil que se gosta aqui. Um jogador rápido, hábil, que toca bem, utiliza muito bem as duas pernas, que chega, faz gols. Vai se encontrar em um entorno para crescer no que é bom", avaliou o meia.

Iniesta expressou alegria com a chegada de Coutinho e desconversou sobre o valor pago. Para ele não importa se foi loucura ou não desembolsar tudo que foi gasto para tirá-lo do Liverpool, mas que o Barcelona recebeu mais um atleta qualificado para seu elenco. Se o brasileiro "roubará" sua posição no time, o meia espanhol jogou a responsabilidade para o técnico Ernesto Valverde.

"Não me afeta para nada. É um companheiro, que seja bom para o clube, para todos. Haverá competição sã, que o treinador que definirá quem irá jogar. Me sinto bem, contente que estou participando. Veio para somar e em nenhum momento haverá uma distração entre companheiros", finalizou.

Preocupado ou não, Iniesta só terá a concorrência de Coutinho daqui três semanas, pois nos exames médicos realizados antes da assinatura do contrato do brasileiro com o Barcelona, foi detectada uma lesão na coxa direita.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos