Reservas do Atlético-MG perdem para o Rangers na estreia da Florida Cup

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação Atlético-MG/Florida Cup

    Atlético-MG e Rangers, da Escócia, se enfrentaram em Orlando, nos Estados Unidos, pela Florida Cup

    Atlético-MG e Rangers, da Escócia, se enfrentaram em Orlando, nos Estados Unidos, pela Florida Cup

Formado basicamente por jogadores que sequer fazem parte do elenco principal, o Atlético-MG foi para os Estados Unidos disputar a Florida Cup apenas para cumprir o contrato assinado há três anos, quando participou pela primeira fez do torneio amistoso e acabou campeão. Na estreia da edição 2018, no Orlando City Stadium, em Orlando, o Galo foi derrotado pelo Rangers, da Escócia, por 1 a 0. O único gol do jogo foi marcado por Windass aos 22 minutos do segundo tempo.

Por ser uma temporada bastante aperta para os clubes brasileiros, em função da Copa do Mundo, que pegou algumas datas do já apertado calendário do futebol nacional, o Atlético optou por manter a equipe principal na Cidade do Galo, realizando a pré-temporada. Entre os jogadores que viajaram para os Estados Unidos, apenas três terminaram 2017 no elenco principal do Atlético, casos do goleiro Cleiton, do lateral esquerdo Mansur e do volante Adilson. Os demais são jogadores da equipe sub-23 ou das categorias de base do clube.

O próximo compromisso do Galo pela Florida Cup e que marca o fim da participação na edição 2018 vai ser no domingo, contra o Atlético Nacional. O jogo está marcado para o Spectrum Stadium, também em Orlando, às 16h. Já o Rangers volta a campo neste sábado, para enfrentar o Corinthians.

O melhor: Thalis

As melhores jogadas do Atlético passaram pelos pés de Thalis. Vestindo a camisa 10 do clube mineiro, o meia foi responsável por criar algumas jogadas diferentes e foi com ele o lance de maior perigo da equipe brasileira. Thalis acertou uma bola na trave, ainda na etapa inicial. Jogador de muito talento, Thalis ainda não teve chance na equipe principal do Galo.

O pior: Ralph

Entre os jovens jogadores que o Atlético levou para os Estados Unidos, Ralph está entre os mais experientes, apesar da idade, apenas 19 anos. Com o duelo diante do Ranges, o volante chegou a 28 partidas na equipe profissional. Lista que conta até com clássico com o Cruzeiro. Porém, no duelo desta quinta-feira, Ralph errou bastante e não conseguiu repetir as boas atuações de outros momentos. Deixou a partida se queixando de dores, no começo do segundo tempo.

Um Atlético diferente e sem centroavante

Comandando pelo técnico Caio Zanardi, contratado para treinar o time sub-23, o Atlético enfrentou o Rangers com uma escalação bem alternativa. Apenas o volante Adilson teve sequência de jogos com a camisa atleticana. Os demais são jogadores formados pelo clube ou que não tiveram espaço desde que chegaram à Cidade do Galo. Apesar de ser uma equipe que jamais havia jogado junta e com apenas uma semana de treinamento, o Atlético fez um bom primeiro tempo na estreia da Florida Cup. Zanardi montou uma equipe leve, sem um centroavante de referência, com muita movimentação do trio ofensivo montado por Thalis, Leleu e Pablo.

Galo começa bem e perde as melhores chances

O primeiro tempo de Atlético x Rangers teve poucas chances claras de gol. As duas melhores foram da equipe brasileira. Aos 12 minutos o meia Thalis recebeu de Pablo e bateu cruzando, mas a bola foi na trave. Seis minutos depois foi a vez de Pablo ficar sozinho com o goleiro Jak Alnwick, que fez boa defesa, com o pé, após a finalização do atleticano.

Antiga patrocinadora ganha exposição extra

Divulgação Atlético-MG/Florida Cup
Apesar do término do contrato, marca de patrocinadora segue na manga da camisa do Atlético-MG

Apesar de não ter contrato com o Atlético desde o último dia de 2017, a marca da Vilma Alimentos segue na camisa do clube mineiro. Patrocinadora do Galo durante três temporadas, a empresa do ramo de alimentos decidiu não renovar o contrato para 2018, assim como fez com o Cruzeiro. Como o Atlético disputa a Florida Cup com o uniforme utilizado na temporada passada, a antiga patrocinadora ganhou um tempo de exposição extra.

Rangers fez dez alterações para o segundo tempo

A estratégia do Rangers para enfrentar o Atlético foi usar times distintos em cada etapa. Após o primeiro tempo, o técnico Graeme Murty fez dez mudanças na equipe. Somente o goleiro Jak Alnwick foi mantido para o segundo tempo. O arqueiro ficou em campo até os 16 minutos, quando também deixou o jogo. Mudanças que fizeram bem ao time, que melhorou bastante.

Auxiliar se machuca e é substituído

Não foi apenas o Atlético que fez alterações por causa de lesões. O auxiliar Hassan Belmnahia se queixou de dores durante o segundo tempo e não conseguiu seguir na partida. Posto ocupado por Esteban Rosano, o quarto árbitro. A mudança no trio de arbitragem aconteceu aos 16 minutos do segundo tempo.

Defesa do Rangers errou muito

Foram muitos os presentes que os atacantes do Atlético receberam dos zagueiros do Rangers. Os defensores da equipe escocesa erraram em muitos lances, como passes errados e furadas, que permitiram aos brasileiros boas oportunidades de gol. No entanto, o Galo não aproveitou nenhuma delas. A última, no fim do segundo tempo, Pablo chutou para fora.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 0 X 1 RANGERS-ESC

Data: 11 de janeiro de 2018, quinta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Motivo: Florida Cup
Local: Orlando City Stadium, em Orlando (EUA)
Árbitro: Andrew Musashe (EUA)
Assistentes: Hassan Belmnahia e Matthew Osterhouse (ambos EUA)
Cartões amarelos: Pedro (CAM) Barjonas e Halliday (RAN)
Gol: Windass aos 22 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG
Cleiton, Adson (Emanuel, aos 35 do 2º), Rodrigão (Jordan, aos 12 do 2º), Donato e Mansur; Adilson (Cícero, aos 24 do 2º), Ralph (Filipinho, aos 16 do 2º) e Lorran (Pedro, aos 20 do 2º); Thalis, Leleu (Xavier, aos 46 do 1º) e Pablo (Matheus da Silva, aos 46 do 2º).
Técnico: Caio Zanardi.

RANGERS-ESC
Jak Alnwick (Liam Kelly, aos 16 do 2º), James Tavernier (Hodson, no intervalo), Dalcio Gomes (Jamie Barjonas, no intervalo), Aidan Wilson (Bates, no intervalo) e Danny Wilson (Fábio Cardoso, no intervalo); Sean Goss (Declan John, no intervalo), Jason Holt (Windass, no intervalo) e Jamie Murphy (O'Halloran, no intervalo); Serge Atakayi (Candeias, no intervalo), Alfredo Morelos (Eduardo Herrera, no intervalo) e Kranjcar (Halliday, no intervalo).
Técnico: Graeme Murty.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos