Ronaldo diz que ida de Neymar ao PSG foi um "passo atrás" esportivamente

Do UOL, em São Paulo

  • reprodução/YouTube

Ronaldo conhece o assunto como poucos: assim como Neymar, também tomou uma decisão polêmica ao trocar o Barcelona por um clube inusitado. O Fenômeno, que deixou o time catalão para assinar com a Inter de Milão em 1997, comentou a escolha feita pelo atual camisa 10 do PSG.

"Bom, ele está agora no PSG, mas, esportivamente, a decisão que ele teve... É um passo pra trás, você estar no Barcelona e ir pro PSG. Mas são desafios que cada um faz. Eu jogava no Barcelona e fui pra Inter de Milão", disse o ex-atacante, que também teve que escolher entre a Champions League e a Copa Libertadores. "Champions League. Mas não ganhei nenhum dos dois", divertiu-se.

Na entrevista, feita e publicada por Zico no YouTube, Ronaldo também fez muito elogios a Gabriel Jesus. Segundo o veterano, o jovem do Manchester City tem tudo para preencher o vazio deixado por camisas 9 na seleção brasileira. "Vamos torcer, porque a Copa do Mundo tá chegando e a gente precisa dos gols dele", disse.

"Fazia tempo que a gente estava precisando de um camisa 9 na seleção. Acho até que o Adriano preencheu esse espaço por muito pouco tempo, tinha muito mais potencial pra ficar muito mais tempo na seleção. O Gabriel tá mandando muito bem, a minha agência trabalha a imagem dele. Comercialmente, é muito fácil vender o Gabriel Jesus", afirmou.

"É muito peso, mas eu acho que ele está preparado pra suportar essa pressão. É um menino extremamente talentoso e com uma disciplina, uma dedicação... Eu me vejo muitas vezes nele, a vontade que ele tem de vencer, a disponibilidade dele no campo, a movimentação", elogiou Ronaldo.

O Fenômeno aproveitou para manifestar apoio à candidatura de Andrés Sanchez à presidência do Corinthians. "Eu sou muito amigo do Andrés e da turma dele. O legado que ele deixou para o Corinthians é incrível, mudamos a história do Corinthians. Já era um clube grande, mas sem nenhuma infraestrutura pra treinamento, de estádio", relatou.

"A partir daí, a gente fez o CT, construiu o estádio. Hoje, o Corinthians é o que mais fatura no Brasil, mas isso tem que continuar. Tem que continuar inovando, por isso acho que o Andrés pode voltar a fazer o Corinthians crescer", disse o ex-atacante alvinegro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos