Santos bate Mirassol nos pênaltis, em gramado ruim, e segue vivo na Copinha

Do UOL, em São Paulo

A nona decisão por penalidades desta quinta-feira de futebol na Copa São Paulo. O Santos fez o mínimo, mas o mínimo foi suficiente para garantir vaga na terceira fase. A despeito do péssimo gramado do estádio em Novo Horizonte, a equipe alvinegra venceu o Mirassol nos pênaltis por 5 a 4, após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar.

As cobranças tiveram um atrativo extra: as provocações do goleiro alvinegro Renan Pastre, que tentou desestabilizar todos os batedores. O adversário do Santos na próxima etapa, que ainda não será de oitavas de final, será o Figueirense, que superou o Novorizontino por 1 a 0 também nesta quinta, em partida realizada mais cedo, e deu um passo na competição sub-20.

O primeiro gol foi uma demonstração de técnica por parte dos Meninos da Vila; aos 42 do primeiro tempo, após boa troca de passes no meio-campo, Walison Madalena carregou a bola e arriscou de longe para anotar o golaço.

No entanto, o Mirassol não se deixou abater e empatou aos 10 do segundo, quando Riccieli roubou a bola na intermediária e encontrou Lucas Rodrigues entre os zagueiros. O atacante mostrou frieza ao tocar na saída do goleiro santista.

Bruno Moreira quase garantiu a vitória do Santos ainda no tempo regulamentar, aos 20 minutos, mas sua finalização da entrada da área morreu na trave e não passou de um susto. Muito prejudicado pela chuva que caiu sobre a cidade do interior de São Paulo, o gramado não deixou nem os uniformes do Peixe permanecerem brancos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos