Atlético-PR repete Holanda para avançar sobre Guarani na Copa São Paulo

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

Cena inusitada da Copa 2014, a substituição do goleiro Cillessen por Tim Krul na decisão por pênaltis entre Holanda e Costa Rica nas quartas de final do Mundial foi repetida no duelo entre Atlético-PR e Guarani, pela Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Com o empate em 2 a 2 no tempo regulamentar, Furacão e Bugre encaminharam a decisão por pênaltis para saber quem avançava na competição. Aos 49 do segundo tempo, o técnico Marcão – ex-jogador do Atlético, vice-campeão da Libertadores 2005 – sacou o goleiro Juliano, que atuou na partida, para a entrada de Gabriel Mesquita.

O goleiro que entrou com a missão de defender os pênaltis conseguiu ser bem sucedido. Já na primeira cobrança, ele segurou a batida de Carlos Augusto. O Atlético-PR abriu 2 a 1 e, na terceira cobrança bugrina, Ronaldo parou novamente no goleiro atleticano.

O Atlético-PR ainda perderia um pênalti, mas venceu o jogo por 4 a 3 nas cobranças alternadas e agora enfrentará o Criciúma, no sábado, pela terceira fase da competição. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos